• Felipe Mina

Özil anuncia aposentadoria da seleção alemã

Através de sua conta oficial no Twitter, o meia Mesut Özil anunciou nesta tarde (22) sua aposentadoria da seleção da Alemanha.


“É com o coração pesado e após muita consideração que devido aos recentes eventos, eu não vou mais jogar pela Alemanha em nível internacional, já que eu tenho esse sentimento de racismo e desrespeito. Eu costumava vestir a camisa da Alemanha com tanto orgulho e animação, mas agora não mais”, desabafou.


Campeão da Copa do Mundo em 2014, usou a rede social para desabafar sobre seu relacionamento com a Federação Alemã de Futebol em um longo post de quatro paginas, e alegou discriminação da instituição por sua descendência turca.


“Pessoas com histórico de discriminação racial não deveriam ter permissão para trabalhar na maior federação de futebol do mundo, que tem muitos jogadores com famílias com dupla ascendência. Atitudes como as deles simplesmente não refletem os jogadores que supostamente eles representam” publicou o jogador.


Antes da copa do mundo, Özil e Gündogan, seu companheiro de seleção e também descendente da Turquia, posaram em uma foto com o presidente do país euro-asiático, o que muito repercutiu na imprensa alemã, aumentando o impasse com os dirigentes da DFB (Federação Alemã de Futebol).


“Para mim, ter uma foto com o presidente Erdogan não tem a ver com política ou eleições, mas com o respeito que tenho ao mais alto cargo do país de minha família. Meu trabalho é ser um jogador de futebol e não um político. De fato, nós falamos sobre futebol sempre que nos encontramos, já que ele também era jogador na juventude”, disse Özil.


Aos 29 anos, o ex-camisa 10, estreou pela Alemanha em 2009 e deixa a seleção com 92 jogos e 23 gols.


Özil se despede da seleção alemã (Foto: DFB)

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud