• Bruno Cassiano

A Rainha das Quadras


FOTO: Naiara Gresta/CBFS

O ano esportivo para o brasileiro provavelmente ficará marcado com o fracasso da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de futebol. As grandes estrelas não brilharam, a constelação tão esperada, quase não deu para ver.


Porém no futsal, o brasileiro tem muito motivo para comemorar e se comover. Falcão se aposentou, o rei das quadras, melhor jogador de todos os tempos. Aquele que fazia mágica enquanto a bola estava nos pés. Esse o brasileiro já conhece e sentirá falta. Mas nem todos sabem que a rainha do futsal também é brasileira.


Amanda Lyssa, a popular Amandinha, tem 24 anos de idade e é cearense. Deixou o nordeste cedo, aos 15 anos, para tentar viver o seu sonho que era jogar futsal e até aqui o sonho tem se realizado. Amandinha é penta no prêmio de melhor jogadora de futsal do mundo, conquistou o prêmio cinco vezes consecutivas.


A jogadora divide seu tempo entre defender as cores da Uniplac, universidade na qual cursa fisioterapia e que usa o Leoas da Serra como base, e estudar. Um de seus objetivos é se formar e se dividir entre as duas profissões, apesar de já conseguir se manter apenas com o que ganha no futsal.


Amandinha, mesmo com a pouca idade, acumula em sua carreira três títulos da Libertadores da América e um Mundial, com a Seleção Brasileira de futsal no ano de 2013.


O diminutivo fica só no nome e, talvez, no rosto e jeito delicado. Amandinha mesmo com pouca mídia e pouca atenção nacional sobre ela, consegue fazer um barulho imenso. Um barulho tão rico em decibéis quanto o rugido de uma leoa, o time combina com ela.


Palmas e mais palmas, reverenciem a nossa Rainha das quadras.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud