• filipeq09

ALÍVIO NO BOLSO E DOR NO CORAÇÃO: O ADEUS DE HERNANES FICARÁ MARCADO


Foto: Divulgação / São Paulo FC

A última semana foi de tristeza para o torcedor São Paulino, não só pelos maus resultados na Libertadores e Brasileirão em casa (um empate amargo contra o Racing e a derrota diante do Fortaleza), mas também por uma notícia que apenas se adiava ao longo dos meses: o "profeta" Hernanes deixou o clube após um total de 330 jogos disputados com a camisa Tricolor.


Apesar da idolatria do meia, ele já não vinha rendendo, e por isso a rescisão amigável com o atleta de 36 anos seria a primeira solução para aliviar os cofres do São Paulo, já que o salário é muito alto. Após as negociações, Hernanes e diretoria, com Julio Casares, Muricy e Cia decidiram pelo rompimento do vínculo contratual antes do final de 2021, como estava previsto.


Se por um lado o peso no bolso diminui, o da saudade e tristeza só aumentam. O profeta marcou gerações, desde os mais velhos acostumados a títulos (Brasileirão 2006, 07 e 08) até os mais jovens que só viram Hernanes nos bastidores da final do Paulistão 2021, o que já valeu demais pela liderança do meio-campista.


Sem contar em 2017 quando o verdadeiro camisa 10 São-paulino salvou o time do primeiro rebaixamento no Brasileirão, que seria vexatório para a história da instituição, marcada por corruptos no comando na última década. Mas resta apenas agradecer e render homenagens ao espetacular ser humano e jogador, que mesmo não estando bem fisicamente, ainda pode suceder sucessivamente a fazer muito sucesso no futebol, seja dentro de campo ou bastidores.