• Vinicius Rodrigues

ALTO INVESTIMENTO E UM FUTEBOL MUITO ABAIXO



“A gente sabia que seria difícil jogar aqui. Mas nossa equipe está de parabéns pelo desempenho e vontade”, essas foram as palavras do atacante Deyverson após a partida de ontem.


Mas o que foi visto contra o San Lorenzo, não merece ser parabenizado e sim criticado. Ontem o Palmeiras enfrentou uma equipe que venceu apenas 3 vezes no ano, amarga a modesta 21ª colocação do Campeonato Argentino, tecnicamente um time muito abaixo comparado ao Verdão, muitos podem dizer, “ah, mas é uma equipe com tradição”, “argentinos sabem jogar a Libertadores”, nada justifica o que o Palmeiras apresentou ontem, fato é que o time brasileiro perdeu 3 pontos para o fraco San Lorenzo.


O atual campeão brasileiro, conquistou seu título e teve no torneio a média de 49% de posse da bola nas partidas, algo de praxe do Felipão, sua equipe dá a bola para o adversário e busca decidir suas jogadas na objetividade com pontas agudos, ano passado deu certo, já em 2019 ainda não deu liga.


O Palmeiras até consegue vencer suas partidas, porém o futebol bem jogado está em falta, não que sua torcida quer ver show, até porque quem quiser vê show ou espetáculo está no lugar errado, mas pela estrutura que o Verdão tem, o time que Felipão tem nas mãos, o torcedor alviverde deseja pelo menos um time que sabe o que faz dentro das 4 linhas. Potencial todos nós sabemos que o Verdão tem, mas falta os jogadores entenderem isso, colocar os pés no chão e voltar jogar a bola que resultou no décimo título do Brasileirão.


Desde o retorno de Scolari, o Palmeiras quando sai atrás do placar não conseguiu sequer uma virada na partida, isso aconteceu 11 vezes, em 5 o Verdão saiu derrotado em outras 6 conseguiu pelo menos o empate. Mas o que assusta é o desempenho quando a equipe sai atrás do placar, é algo totalmente desesperador, um time sem tática, com um futebol pobre e sem ambição para buscar reverter a situação.


Palmeiras que não perdeu apenas o jogo ontem, também perdeu a liderança do seu grupo, mas tem muita coisa pra acontecer e para um time que tem a América como OBSESSÃO, é preciso alçar novos voos, buscar repertório novo, é necessário que o Felipão deixe a arrogância de lado e pare de insistir em peças que não tem dado resultado, como Lucas Lima e Borja que são alvos de crítica do torcedor palmeirense. Não é possível que com a qualidade técnica do elenco do Verdão, o time fique dependente apenas de bolas na área ou arremessos laterais, a bola parada tem sido uma alternativa, 37% dos gols neste ano saíram destas jogadas, mas o Palmeiras pode mais.


A próxima partida da Libertadores será dia 10 contra o Júnior Barranquilla às 21h30 no Allianz Parque. Antes disso o Palmeiras enfrenta o São Paulo domingo pela semifinal do Campeonato Paulista, também na sua arena.


© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud