• Bruno Cardoso

AMBIÇÃO E FRUSTRAÇÃO;AS PÉSSIMAS ESCOLHAS E ATITUDES DE NEYMAR

Sequencia de lesões, e extracampo marcam a vida do atleta em Paris


Foto: Instagram

Neymar é sem dúvidas, um dos maiores craques brasileiros revelado nos últimos tempos, e não aceitar isso é impossível. Porém, precisamos ser realistas, a maneira como o atleta conduz a carreira, a bolha social, e principalmente a ganancia do pai, são fatores extracampo que fazem o jogador ser vaiado ao mesmo tempo que é ovacionado.


O dia 3 de agosto de 2017 marca a mudança de ares, da Espanha para a França, e para muitos, uma das piores escolhas do futebol mundial. Por € 222 milhões (R$ 812 milhões), o Paris Saint-Germain pagava a clausula de rescisão do atleta, que se tornou o mais caro do mundo naquele momento. Com um contrato de cinco temporadas, a camisa 10 do time francês, e um discurso de empolgação por um novo desafio, foi assim que Neymar deixou o Barcelona.


Dois anos depois, a vida do atacante brasileiro é totalmente outra. As lesões, a péssima imagem deixada na Copa do Mundo da Rússia em 2018, e a vida particular do atleta ganharam mais os holofotes do que os lances de gols e dribles que consagraram o craque no Santos e no Barcelona.


Foto: Instagram

Com um fim de temporada muito conturbado, marcado pela agressão ao torcedor rival na final da Copa da França, a suspensão na Liga dos Campeões da Uefa por reclamações nas redes sociais contra a arbitragem, a viagem para curtir o carnaval no Brasil enquanto deveria estar tratando de uma lesão, a acusação de estupro, e uma nova lesão que tiraram o jogador da Copa América, os rumores de que o destino de Neymar deve ser longe de Paris aumentam ainda mais. O clube aguardava a reapresentação do jogador no dia 8 de julho, para dar início na preparação de pré-temporada, mas o atacante só chegou a Paris ontem, dia 15, uma semana depois.


Enquanto isso, nos bastidores, o jornal espanhol Diario de Madri, afirma que o presidente do PSG recusou a primeira proposta do Barcelona pelo jogador, que envolvia € 40 milhões (cerca de R$ 168,7 milhões) mais Coutinho e Dembélé, de acordo com a publicação, o clube quer mais dinheiro. Em contrapartida, o jornal francês Le Parisien, afirma que ainda não houve uma oferta oficial, já que muitos intermediários se envolvem na negociação, e o PSG quer no mínimo, recuperar os € 222 milhões pagos dois anos atrás.


O fato é, Neymar está pagando por aceitar ser guiado pela ganância do pai, que já ficou nítido, não sabe gerir a carreira de um atleta. A transação por baixos dos panos envolvendo o Barcelona, que prejudicou o Santos foi uma prova, a saída repentina para o PSG e o grande regresso na carreira também.


O que resta ao jogador é aguardar a vontade do Barcelona em recontrata-lo, o que não será fácil, visto que o clube já gastou muito nessa janela de transferência, os catalães acabaram de pagar € 120 milhões para tirar o francês Antoine Griezmann do Atlético de Madrid, já o outro possível destino seria o Real Madrid, mas os merengues também abriram os cofres, desembolsando muito para contratar Eden Hazard, Mendy, Jovic, e Rodrygo.


Capa do Jornal: Mundo Deportivo 16/07/2019

Segundo a capa do jornal Mundo Deportivo de hoje, Neymar se ofereceu para jogar em outras três equipes além de Barcelona e Real Madrid, que seriam: Juventus, Bayer de Munique e Manchester United. O que acaba manchando ainda mais a imagem do atleta que se coloca em uma espécie de leilão.


Se o sonho de Neymar ainda é ser melhor do mundo, e realmente sair do PSG, ele terá que correr contra o tempo, tanto da janela de transferências que acaba no fim de agosto, quanto o da idade, pois o “menino” já não é mais tão novo assim, embora os pais e a bolha social que o cerca ainda o considerem como tal.