• robson teixeira

Após 100 anos, CBF volta a convocar estrangeiro para a seleção principal


O meia Andreas Pereira. Crédito: Reprodução/Manchester United

A seleção brasileira voltou a convocar um jogador que não nasceu em terras brasileiras. A última vez que isso aconteceu foi há aproximadamente 100 anos. O meio-campista Andreas Pereira, do Manchester United, é filho de brasileiros, porém, nasceu na Bélgica.


Atualmente com 22 anos, Andreas, é natural da cidade belga Duffel, porém, na época em que ele nasceu, seu pai, o ex-futebolista Marcos Pereira, atuava no Mechelen, um time da Bélgica.


Aos nove anos, Andreas já treinava no PSV-HOL e sua qualidade técnica começou a chamar a atenção com o passar do tempo. Ele já foi convocado para as seleções sub-15, sub-16 e sub-17 da Bélgica.


O jovem jogador decidiu trocar a seleção belga pela brasileira em 2014, quando foi contratado pelo Manchester United-ING e começou a atrair para si os olhares da CBF. O meio-campista começou a defender o Brasil na categoria sub-20. A convocação desta sexta-feira foi a primeira dele pela seleção principal.


Essa não é a primeira vez que um estrangeiro defende a seleção brasileira. No início do século XX, o jogador inglês Sidney Puellen, o português Casemiro Amaral e o italiano Francisco Police foram convocados pelo menos uma vez entre as décadas de 1910 e 1920.


© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud