• marcela lima

Benítez fala sobre comemoração do gol com Crespo; veja


FOTO: RUBENS CHIRI / SAOPAULOFC.NET

A vitória no Brasileirão ainda não veio para o São Paulo. Nesta quarta-feira (23), a equipe comandada por Crespo empatou em casa com o Cuiabá em 2 a 2, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro e segue na zona de rebaixamento.


Mesmo que os três pontos não vieram diante da equipe mato-grossense, o Tricolor saiu na frente com o gol de Benitez que teve uma comemoração e tanto com o técnico argentino. Em entrevista após o jogo, o meia dedicou o gol para Crespo.


"No primeiro gol, eu errei; no segundo, erro nosso também. Estamos todos juntos. O Crespo confia em mim para poder estar aqui, então queria dedicar esse gol a ele" - disse Benítez.


"Estava querendo muito fazer um gol no Morumbi. Era um sonho pendente que hoje cumpri. O grupo está fechado, perdendo ou ganhando, sempre esteve. Mas é futebol. Como falou o Crespo, nós também somos responsáveis, nós que entramos dentro de campo. O São Paulo é jogador. A comissão, diretores, torcida, é tudo. Mas sempre estivemos fechados. Eu fui comemorar com ele, como muitos companheiros fazem. É um agradecimento pelo esforço da comissão técnica, um agradecimento para ele, que fez muito esforço para que eu viesse" – falou o meia em coletiva de imprensa.


A equipe comandada por Crespo ainda não conseguiu vencer e convencer no Campeonato Brasileiro. Após o título do Paulistão, o Tricolor não conseguiu engrenar, e uma das características mais importantes e que chamava a atenção na campanha do título, era o ataque, um fator que o São Paulo tem falhado no Brasileirão. Benítez também destacou a fase da equipe.


"Hoje estamos no momento que ninguém quer estar, mas sabemos que temos que melhorar, que temos um time muito bom. O São Paulo não merece estar onde está. Vamos trabalhar para recuperar esse nível que encontramos no semestre que passou" – afirmou.


"Todos sabem aqui que a única forma de reverter isso é trabalhando. O Brasileiro é assim, dois jogos por semana, mas vivemos a realidade de hoje. Eu e meus companheiros sabemos que o São Paulo não merece estar aí, vamos fazer de tudo para recuperar essa confiança que estamos precisando" – finalizou o meia.