• Mateus Reis

CEARÁ DERROTA FORTALEZA EM CLÁSSICO HISTÓRICO

O Clássico-Rei, foi realizado neste sábado (03), no estádio do Castelão. O Ceará acabou saindo com a vitória e de quebra acabou uma serie negativa de derrotas para o seu maior rival. Os gols da partida foram de: Thiago Galhardo e Fellipe Cardoso, para o Vozão. Juninho em pênalti polêmico diminuiu o placar.


Foto: JL Rosa /SVM


Não era apenas mais um clássico entre essas duas equipes tradicionais do nordeste. Foi um jogo histórico, muito quente dentro de campo e brigado entre Ceará e Fortaleza no Brasileirão da Série A. Estas duas equipes não duelavam pela elite do futebol brasileiro fazia 26 anos. O time do Ceará, começou aquele jogo com uma pressão absurda, sufocando o adversário em busca do seu primeiro gol. Não demorou muito e Thiago Galhardo sozinho na área empurrou a bola para o fundo da rede, depois do cruzamento de Leandro Carvalho. Mesmo após abrir o marcador, o Alvinegro continuou indo para cima. Depois de um erro de Quintero, Galhardo saiu sozinho de frente para Felipe Alves, que fez uma grande defesa gerando o escanteio que resultaria no gol. Ricardinho levanta a bola na área e Fellipe Cardoso, oportunista se adianta ao goleiro e marca o segundo gol para o Vozão, que em 15 minutos já tinha aberto uma vantagem significativa.


O Fortaleza, por outro lado, tentava se recuperar e manter a posse de bola para controlar a partida e chegar ao seu gol. Mas o Ceará estava fazendo um jogo impecável, não dava chances e pouco o seu goleiro trabalhou no primeiro tempo. Apenas no finalzinho da etapa inicial, depois de Osvaldo tocar para André Luís, o atacante avançou com a bola e foi derrubado por Luiz Otávio. No primeiro momento, o árbitro marca falta fora da área, mas logo em seguida o VAR, entre em ação. Heber Roberto é chamado e apenas esculta com atenção o que a equipe de arbitragem tem a dizer. Sem fazer nenhuma análise no vídeo ele marca o pênalti. Juninho cobrador oficial do Leão, bate bem o penal e faz o gol. Decisão do juiz no mínimo estranha, com os atletas questionando, principalmente os do Ceará. Mas foi com essa polêmica que terminou o primeiro tempo.


O Vozão, voltou para a parte completar do jogo com todo o gás e sem pensar na vantagem que tinha adquirido. Nos primeiros 10 minutos o Ceará já havia criado duas grandes chances, com Galhardo (nome do jogo) e Lima. Após estas grande chance o Fortaleza tentou equilibrar e quase empatou com André Luís, que parou em uma ótima defesa de Diogo Silva. O técnico Ceni até tentou buscar o empate com algumas substituições ofensivas, mas pouco sua equipe pode produzir e causar perigo.


Melhor para o Ceará que jogou melhor e venceu o clássico histórico, que não era realizado a mais de 26 anos na elite de nosso País.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud