• Leonardo Cruz

CHINESA MASSACRA BATE-ESTACA E FATURA O CINTURÃO NO UFC


Foto: Getty Images

Grande expectativa tomou conta do povo chinês ao receber pela primeira vez na história uma edição do UFC, o evento aconteceu no último sábado (31/08), na cidade de Shenzhen e teve como luta principal a disputa do cinturão da categoria peso-palha entre a brasileira Jéssica Bate-Estaca e a anfitriã Weili Zhang.


Nos combates válidos pelo card preliminar, destaque para o estadunidense Anthony Hernandez que venceu o sul-coreano Jun Yong Park por finalização no segundo round, em luta válida pela categoria peso-médio.


Os dois lutadores começaram o combate com extremo equilíbrio, algumas tentativas de combinações de golpes de ambos os lados, mas sem a contundência necessária para colocar o rival em risco. Hernandez controlava o centro do octógono, enquanto o lutador asiático utilizava boa movimentação para assim, evitar virar alvo fixo e dificultar as ações do estadunidense.


Na volta para o segundo round, o panorama do combate não se modificou, os lutadores buscavam levar alguma vantagem utilizando a trocação, Hernandez chegou a acertar bons golpes, mas Park demonstrou não sentir a potência do adversário. Nos minutos finais do round, o estadunidense modificou a estratégia e levou a luta para o chão e teve paciência para encaixar um triângulo de mão, obrigando Jun Yong Park a bater em desistência.


Com a vitória, Anthony Hernandes alcançou o sétimo triunfo na carreira profissional, o primeiro dentro do Ultimate. Em contrapartida, o sul-coreano Jun Yong Park, que vinha de sete vitórias consecutivas, não era derrotado há mais de três anos, agora soma quatro revezes na carreira.



Foto: UFC Divulgação

A segunda finalização no card preliminar aconteceu na luta da categoria peso meio-pesado, combate em que o sul-coreano Da Un Jung venceu o russo Khadis Ibragimov no terceiro round.


O sul-coreano que fez sua estreia na organização, teve muito trabalho para suportar o agressivo jogo do adversário, desde os primeiros movimentos do combate, o russo partiu para a trocação, e durante boa parte dos dois primeiros rounds conseguiu castigar o adversário, aplicando sempre excelentes combinações de socos e chutes.


Na volta para o terceiro round, Da Un Jung, que levava grande desvantagem na pontuação, modificou a estratégia de luta, tentando diminuir a distância para o rival, para evitar a trocação e ainda buscar a finalização. Esta mudança deu resultado, em uma movimentação errada do russo, o sul-coreano encaixou um triângulo de mão e só soltou quando Ibragimov desistiu do combate.


Com a vitória, o sul-coreano Da Un Jung chegou ao décimo segundo triunfo na carreira, já são onze vitórias consecutivas. Por outro lado o russo Khadis Ibragimov perdeu sua invencibilidade na carreira após oito vitórias em sequência.



Foto: UFC Divulgação

Na luta que foi co-evento principal do UFC Shenzhen, o brasileiro Elizeu Capoeira não resistiu a pressão do chinês Li Jingliang e sofreu knockout no terceiro round. Esta luta foi válida pela categoria peso meio-médio.


A luta começou muito estudada pelos lutadores, os dois calculavam bem cada golpe para evitar se expor. Aos poucos, Capoeira passou a controlar o centro do octógono para tentar aplicar maior quantidade de combinações de socos e chutes no rival. Nos instantes finais do round, Jingliang acertou um forte direto no brasileiro que foi ao chão, mas Elizeu conseguiu se recuperar.


Na volta para o segundo round, o ritmo do combate permaneceu o mesmo, muita movimentação e boa trocação dos dois lutadores. Elizeu arriscava mais golpes e mantinha o controle do centro do octógono, todavia, o chinês era mais contundente nas suas investidas, levando muito perigo ao brasileiro.


O terceiro round iniciou com Li Jingliang sendo ainda mais agressivo, mesmo com vantagem na pontuação, o chinês aparentava estar em melhores condições físicas que o adversário na luta. Elizeu Capoeira por sua vez, tentava mesmo sem muita efetividade combinar socos e chutes para desestabilizar o oponente. Faltando pouco tempo para o final do combate, Jingliang conseguiu aplicar uma boa sequência de golpes, derrubando o brasileiro, que foi castigado no chão até a interrupção do árbitro.


Com este triunfo, o chinês Li Jingliang conquistou sua terceira vitória consecutiva, a décima sétima na carreira profissional. Já o brasileiro Elizeu Capoeira, sofreu a sexta derrota e interrompeu uma sequência de sete vitórias consecutivas.



Foto: Getty Images

No grande evento da noite, em combate válido pela categoria peso-palha, Jéssica Bate-Estaca não resistiu a avassaladora Weili Zhang que contou com a torcida que lotou as dependências do “Shenzhen Universiade Sports Centre” para atropelar a campeã em apenas 42 segundos.


A luta começou em alta velocidade, as duas lutadoras partiram para trocação franca, levando o público ao delírio. Zhang foi mais incisiva e conseguiu conectar golpes violentos, desestabilizando a brasileira. Bate-Estaca tentou o clinche para se recuperar, mas a chinesa aplicou fortes joelhadas e em seguida, derrubou Jéssica com outra sequência de golpes, sendo interrompida apenas pela arbitragem.


Com a incrível vitória, Weili Zhang fez história ao se tornar a primeira chinesa a ser campeão do UFC e ainda soma espetaculares vinte triunfos consecutivos. Já a brasileira Jéssica Bate-Estaca sofreu sua sétima derrota na carreira e interrompeu uma sequência de quatro vitórias consecutivas.


OUTROS RESULTADOS DO UFC SHENZHEN


Card Principal:

Kai Kara-France venceu Mark de la Rosa por decisão unânime;

Kenan Song venceu Derrick Krantz por decisão unânime;

Mizuki Inoue venceu Wu Yanan por decisão dividida.


Card Preliminar:

Su Mudaerji venceu Andre Soukhamthath por decisão unânime;

Damir Ismagulov venceu Thiago Moisés por decisão unânime;

Heili Alateng venceu Batgerel Danaa por decisão unânime;

Karol Rosa venceu Lapa Procópio por decisão dividida.