• Bruno Cardoso

COM 10 DERROTAS EM 11 JOGOS, FUTEBOL FEMININO DA SELEÇÃO NÃO ENCANTA

Brasil perde para a Escócia em último jogo amistoso antes da Copa e gera clima de insatisfação



Foto: Divulgação Escócia

Faltando menos de dois meses para o inicio da Copa do Mundo de Futebol Feminino, a seleção brasileira encerrou na última segunda-feira, dia 8, os amistosos de preparação para a competição. O jogo contra a Escócia realizado na Pinatar Arena, na Espanha, terminou com o placar de 1 a 0 para as escocesas, totalizando 11 jogos com 10 derrotas, sendo a única vitória contra o Canadá, com portões fechados, e com resultado sem contar nas estatísticas. Fora esse confronto, a última vitória da seleção brasileira foi contra a seleção japonesa, por 2 a 1, no dia 29 de julho de 2018.


Após conseguir a vaga na Copa do Mundo da França com o título da Copa América, conquistado com certa superioridade sobre as equipes sul-americanas, o elecon comandado pelo técnico Vadão tenta encontrar um padrão de jogo para buscar o título do Mundial, mas por enquanto sofre, e muito, para buscar um jogo mais consistente.


Apesar de ter sido superior na maioria dos jogos em que saiu derrotada, a equipe brasileira tem sofrido com falhas grotescas, e principalmente, contra-ataques.


No confronto contra a Escócia, por exemplo, as comandadas de Vadão dominaram o primeiro tempo inteiro, criando grandes chances de gol, mas pecando na hora de finalizar. Com isso, vale o antigo ditado do mundo do futebol: “Quem não faz, toma! ”. Aos 37 minutos da primeira etapa, as escocesas conseguiram armar um contra-ataque rápido pela direita com Lizzie Arnot, que invadiu a área e cruzou perfeito para Kim Little apenas estufar as redes.


No segundo tempo a partida ficou mais equilibrada, com as brasileiras atacando, mas sem oferecer grandes perigos de gol. Com o cansaço, o rendimento caiu, a sorte foi que a equipe da Escócia não conseguiu aproveitar e aumentar a vantagem. Na sexta-feira a seleção já havia perdido para a Espanha de 2 a 1, e o novo impasse só gera a dúvida: “O que será do Brasil durante a Copa?


Muitas pessoas chegaram a questionar a continuidade de Vadão no cargo, mas o coordenador de seleções femininas da CBF, Marco Aurélio Cunha, avisou que o trabalho continua, em coletiva de imprensa, e fez questão de inteirar que Vadão é o treinador, prova de que, pelo menos a diretoria da CBF ainda acredita em um bom trabalho durante a competição.


Enquanto isso, nós torcedores, que aguardamos a Copa, ficamos com o desejo de que não seja a mesma frustração que a seleção do Tite, e que não venha um novo vexame.


O Brasil está no grupo C, ao lado de Jamaica, Austrália e Itália, e estreia na competição contra as jamaicanas, no dia 9 de junho, às 11h30, horário de Brasilia. E você acompanha tudo aqui na De Prima.