Conheça algumas curiosidades sobre a camisa da seleção brasileira


Luiz Adriano usando o modelo que foi usado na Copa de 2014.
Luiz Adriano usando o modelo de camisa que foi usado na Copa de 2014. Foto: Reprodução/Instagram

A camisa da seleção brasileira, dona de cinco Copas do mundo, tem uma enorme representatividade no mundo do futebol e já encantou diversas gerações ao longo das décadas. Conheça agora um pouco da história do manto de nossa seleção.

Em 1914, o Brasil disputou a primeira partida da sua história contra o time inglês do Exeter City. A seleção sofreu muitas faltas e mesmo assim venceu por 2 a 0, gols de Oswaldo Gomes e Formiga. O grande detalhe é que o time brasileiro estava usando um uniforme branco e com um detalhe azul em cada manga.


Dois anos mais tarde, nascia a Confederação Brasileira de Desportos e logo no primeiro torneio disputado pela seleção brasileira, houve uma mudança no uniforme: a equipe disputaria o Torneio Sul-Americano de 1916 com uma camisa listrada em verde e amarelo e um calção branco.


Em 1917, outro caso raro no torneio sul-americano: em duelos válidos contra Uruguai e Chile, o Brasil jogou com o uniforme vermelho, já que uruguaios e chilenos utilizavam a cor branca em seus uniformes.


Outro fato inusitado é que, em algumas ocasiões, a seleção brasileira entrou em campo com uniformes de clubes de outros países: em 1919, a equipe da CBD vestiu a camisa amarela e preta do time do Peñarol-URU em duelo contra a Argentina. Em 1937, durante o torneio sul-americano, o Brasil enfrentou o Peru com o uniforme do Independiente-ARG. Na segunda fase desse mesmo torneio, a seleção enfrentou o Chile e pegou emprestada a camisa do Boca Juniors-ARG. Tudo isso aconteceu porque o uniforme padrão de ambas as confederações era branco. Curiosamente, em todas as ocasiões, o Brasil venceu os seus adversários.


Em relação às Copas do Mundo, o Brasil usou camisa branca e calção azul nos mundiais de 30, 34 e 38, além de entrar todo de azul no duelo de estreia da copa de 38, contra a Polônia. O último ato da camisa branca seria na final de 1950, quando o Uruguai calou os brasileiros em pleno Maracanã. Naquele jogo, o Brasil jogou todo de branco, com detalhes em azul nas mangas, uniforme muito semelhante ao de sua partida de estreia, em 1914.


A famosa camisa amarela surgiu em 1952, após um concurso feito pelo jornal carioca Correio da Manhã. O modelo, as cores e os detalhes nas camisas foram sugeridos por um gaúcho chamado Aldyr Garcia, que havia ganhado o concurso.


O primeiro grande momento daquele uniforme foi na Copa de 58, na Suécia, quando a seleção canarinho chegou até a final contra os donos da casa. Ironicamente, no duelo decisivo, Brasil teve que jogar de azul, o que não foi problema, já que ele foi campeão mesmo assim. Nas quatro conquistas seguintes, a seleção disputou suas finais de Copa com a famosa amarelinha e se se tornou o único pentacampeão mundial.