• Bruno Cardoso

CONTAGEM REGRESSIVA PARA A COPA DO MUNDO DE FUTEBOL FEMININO

Técnico Vadão anuncia a lista com as 23 que irão defender a Amarelinha na Copa do Mundo da França


Ettie - mascote da Copa do Mundo Feminina França 2019 Créditos: Divulgação/FIFA

Foi dada a largada para a Copa do Mundo de Futebol Feminino que começa no próximo dia 7, na França. A edição que promete ser a maior desde que foi criada em 1991, será a primeira com transmissão nacional pela TV aberta, já tem o maior número de ingressos vendidos da história, com o jogo de abertura entre França e Coreia do Sul esgotados, assim como as duas semifinais e a final.


A visibilidade aumentou tanto esse ano que até a Panini resolveu fazer um álbum sobre a Copa do Mundo Feminina, dando ainda mais visibilidade ao esporte, que vem quebrando muitas barreiras nesses primeiros cinco meses do ano.


Uma das provas das mudanças na modalidade, principalmente no Brasil, foi o anuncio da convocação do Técnico Vadão, feita hoje pela manhã. Em 2015 a lista que havia sido divulgada apenas no site oficial da CBF deu lugar a um anúncio oficial, que reuniu dezenas de jornalistas na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde fica localizada a sede da CBF. Apesar das nove derrotas nos últimos nove amistosos, a lista divulgada pelo treinador não surpreendeu ninguém.


Para a torcida brasileira fica a expectativa de uma mudança de postura da seleção, que não vem agradando. Foram convocadas 23 atletas, mas apenas sete que atuam no futebol brasileiro; A goleira Leticia Izidoro, a Lelê, as zagueiras Erika e Monica, e a atacante Adriana, defendem a equipe do Corinthians, atual campeão brasileiro de futebol feminino. Além delas, foram convocadas a goleira Bárbara do Avaí-Kindermann, a lateral Fabiana do Internacional, e a veterana Cristiane que voltou no início do ano ao Brasil para defender a equipe do São Paulo.


Das 16 atletas que atuam fora do país, muitas já são conhecidas e participaram da última Copa do Mundo, mas entre os destaques estão as jogadoras Andressinha do Portaland-EUA, Andressa Alves do Barcelona-ESP, a maior artilheira de todas as edições e seis vezes melhor do Mundo Marta do Orlando Pride-EUA, e a veterana Formiga, de 41 anos, que defende o PSG-FRA, e foi um pedido especial do técnico Vadão, fazendo com que a atleta voltasse atrás na sua decisão de se aposentar da seleção, e agora vai disputar a sua sétima edição da Copa do Mundo, fato que não tem precedentes no mudo.


Fiz um esforço muito grande para a Formiga voltar, pois ela tinha se despedido, e eu fiz um pedido a ela que nos ajudasse na Copa América. Ela atendeu nosso pedido e o apelo da CBF e voltou. É um dos maiores exemplos que temos no mundo, ela não é desse planeta. Tem 41 anos e renovou com o PSG. É uma grande referência e não podia ficar fora de um projeto desse, com tanto esforço e dedicação. ” Declarou o técnico Vadão durante a coletiva de convocação.


A seleção brasileira desembarca dia 22 na cidade de Portimão, na região de Algarve, em Portugal, para dar início a preparação para a competição. O local foi escolhido pela federação por conter um clima mais parecido ao que as jogadoras vão enfrentar na França. No dia 5 de junho a equipe embarca para Grenoble, que será palco da partida de estreia contra as jamaicanas no dia 9. Os confrontos seguintes serão no dia 13 contra a Austrália, e dia 18 contra a Itália, os jogos serão válidos pelo grupo C da competição.


Você acompanha todos os detalhes da competição aqui na De Prima.


Lista de convocadas para a Copa do Mundo:


Goleiras: Aline (Tenerife), Bárbara (Kindermann) e Letícia Izidoro (Corinthians);


Laterais: Fabiana Baiana (Internacional), Letícia Santos (Sportclub Sand), Tamires (Fortuna Hjorring) e Camilinha (Orlando Pride);


Zagueiras: Érika (Corinthians), Kathellen (Bordeaux), Mônica (Corinthians) e Tayla (Benfica);


Meio-campistas: Andressinha (Portland Thorns), Formiga (PSG), Adriana (Corinthians) e Thaisa (Milan);


Atacantes: Bia Zaneratto (Red Angels), Cristiane (São Paulo), Raquel (Huelva), Debinha (NC Courage), Geyse (Benfica), Ludmila (Atlético de Madrid), Marta (Orlando Pride) e Andressa Alves (Barcelona).