• Nicolás Alejandro Bianchi Sica

CRONOS CONTA A COPA (EPISÓDIO 2 - 15/6/18)


Imagine um professor de história viciado em futebol. Que gosta de história, mas ama futebol. O que ele faz durante a Copa? Textos falando de história e futebol, claro! Ao longo da Copa do Mundo, o resumo da jornada num olhar em que Cronos, deus grego do tempo, bate um bolão contando o que de melhor aconteceu na jornada e palpitando os jogos do dia seguinte. Acompanhe o episódio de hoje.


Cronos em ritmo de Copa! Egito montou uma zaga fortíssima: Ramsés, Amenófis IV e todas as gerações de faraós na retranca. Mas nem as altas pirâmides resistiram à braveza charrua, que se sobrepôs à forte marcação das esfinges e venceu a partida com uma cabeçada salvadora de Giménez. Sorte do Suárez, que após os gols perdidos iria dormir na Salah esta noite... Marrocos, ai Marrocos... tantos instrumentos de navegação... bússolas, astrolábios, mapas... cadê o mapa do gol, Marrocos? Fazer gol contra nos acréscimos, caro Marrocos? Desse jeito, Gibraltar ficou gigante, e o próximo passo será levar uns sacodes dos vizinhos ibéricos. Sorte daqueles que agora Irã tentar a façanha de derrubar Espanha ou Portugal. O que dizer da União Ibérica? Portugal, dominado pela Espanha, ferrado por um brasileiro? Quase ironia da vida. Mas fizeram jus ao hino e foram em frente! E se as estrofes dizem "às armas", lá foram os discípulos de Camões para lutar bravamente com as duas maiores armas portuguesas: Cristiano e Ronaldo. Um gol para cada, um presente do goleirão espanhol e 3 a 3 para quebrar o bolão de todos. E amanhã, sabadão com quatro jogos. O esquadrão da Liberté, Egalité e Fraternité diante de uns cangurus que lutarão com mais fome do que os Sans Culottes da revolução. Na sequência, Messi e companhia (ao som de "me sinto só, me sinto só, eu me sinto tão só") darão as boas vindas ao mundo da Copa à novata Islândia, que de frio entende um bocado. Por falar em bocado, será que a Dinamarca consegue engolir um Peru inteiro? O goleirão da Espanha deu a dica hoje! Para fechar, Nigéria terá pela frente onze toalhas de piquenique.

Bora que amanhã tem mais!