• Bruno Nunes

Cruzeiro vence o clássico mineiro e conquista o tetra da Copa Brasil.


Foto:(Cristiano Andujar/Inovafoto/CBV)
Foto:(Cristiano Andujar/Inovafoto/CBV)

A final da Copa Brasil de Vôlei, realizada no domingo em Lages (SC), confirmou o ótimo momento vivido pela equipe Cruzeirense, que tem dominado o cenário nacional nos últimos anos. A partida foi emocionante, apesar do placar de 3 sets a 0 que o Cruzeiro aplicou no Minas, conquistando o tetracampeonato da competição, parciais de 29/27, 25/22, e 25/22.


O jogo começou com o Minas errando pouco e abrindo quatro pontos de vantagem logo no início do set, após a metade da primeira parcial, o Cruzeiro conseguiu equilibrar a partida empatando em 15 a 15. As equipes seguiram próximas do placar até o final, no ponto decisivo, o ponteiro Sander explorou o bloqueio do Minas e fechou o set em 29 a 27.


Na segunda parcial, a equipe minastenista entrou em quadra fora de sintonia e cometendo muitos erros, principalmente de saque. Isso fez o Cruzeiro se desgarrar no placar, que seguiu com vantagem de cinco pontos até a raposa errar três ataques consecutivos, o que fez o técnico Marcelo Mendez pedir tempo. Mas a reação do Minas parou no bloqueio duplo de Felipe e Le Roux que fecharam o segundo set em 25 a 22.


O terceiro e decisivo set foi parecido com o segundo, com o Minas errando alguns ataques e o Cruzeiro aproveitando para virar todas as bolas. O técnico Nery Tambeiro por duas vezes pediu tempo para tentar acertar sua equipe, mas o Minas não teve forças para reagir diante do ótimo Voleibol praticado pelo cruzeiro, que fechou o set em 25 a 22 e a partida em 3 sets a 0.


Com a conquista, a equipe cruzeirense garantiu uma das vagas na final da Supercopa, competição que reúne o vencedor da Copa Brasil e o campeão da Superliga.