• marcela lima

Daniel Alves expressa vontade de jogar clássico e fala sobre relação com o São Paulo após críticas


Foto: reprodução

O lateral direito do São Paulo desembarcou nesta segunda-feira no Aeroporto de Guarulhos após defender a seleção olímpica brasileira nos jogos olímpicos de Tokyo 202. 0. O veterano falou sobre a possibilidade de jogar contra o Palmeiras, pela Copa Libertadores, na terça-feira (10).


– Tem que perguntar ao Crespo, estou aqui. Vou para casa, deixar minhas coisas, dar um abraço nos meus e depois direto para a concentração. Eu vou estar à disposição, mas não escalo o time. Estou preparado para jogar, fazer o que sempre fiz até o momento, que é representar meus companheiros, o clube que eu amo e os torcedores que gostam de mim – disse o veterano.


– Não tem polêmica. Eu falei antes que desde que me dou por jogador, sempre ficou claro que a Seleção Brasileira, para mim, era uma prioridade. Aqui no São Paulo não seria diferente, é o clube que amo, que me entrego todos os dias para poder dar resultado. Um monte de gente pode falar, mas eles desconhecem um pouco da causa. Não me alargo nesse aspecto, mas o São Paulo sabe do meu respeito. As polêmicas sempre são feitas por aqueles que não entendem, pegam o que é interessante e gera polêmica – concluiu Daniel Alves.


Quando ainda estava no Japão, Daniel Alves falou que o Clube “falhou” com ele e também comentou sobre sua relação com o São Paulo. As declarações do jogador chegaram à diretoria com teor de surpresa e irritação.


– Deu trincada? (em relação ao Clube) Não estou sabendo não! Não dei no meio de ninguém. Vou chegar agora, colocar as ideias no lugar para a gente poder dar continuidade – esquivou-se o lateral.


Após sua declaração, o lateral também minimizou as críticas dos torcedores que não gostaram do fato de Daniel ter ido jogar pela seleção olímpica, quando o São Paulo tinha jogos decisivos pela frente.


– É normal. Torcedor me quer no clube, eu também quero. Mas quando é a chamada do país, a gente tem que atender também. Mas enfim, agora estou de volta. E sobre as olimpíadas uma conquista muito especial. Acho que é a maior da minha carreira, sem dúvidas, pelas circunstâncias. De trazer a medalha para o Brasil e de ter colocado o Brasil no lugar mais alto do pódio – falou o lateral.