• Victor Luís

DOS ÚLTIMOS TRÊS FRACASSOS DO BRASIL NA COPA AMÉRICA, DOIS FORAM PARA O PARAGUAI


Foto: Reprodução

O Brasil vai enfrentar o Paraguai nas quartas de final da Copa América 2019, na próxima quinta-feira (27), às 21h30. Nas últimas edições da competição, os brasileiros não têm boas recordações dos paraguaios, principalmente se tratando de quartas de final.


Em 2011, na Copa América disputada na Argentina, a seleção era comandada por Mano Menezes. A seleção brasileira foi superior nos 90 minutos e na prorrogação, mas empatou por 0 a 0, sendo eliminada nas penalidades, Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred foram lamentáveis em suas cobranças, e o Paraguai precisou de apenas dois gols, um de Barreto e outro de Estigarribia, para vencer e ir às semifinais da competição.


Na Copa América disputada no Chile em 2015, com o técnico Dunga, novamente o Brasil encontrou o Paraguai nas quartas de final. Após empate por 1 a 1 no tempo normal, a vitória paraguaia nos pênaltis veio após erros de Everton Ribeiro e Douglas Costa, que mandaram para fora as suas cobranças. Os paraguaios ganharam por 4 a 3. No tempo normal, o Paraguai fez o seu gol graças a um pênalti infantil cometido por Thiago Silva.


Agora, em 2019, a competição está sendo realizada no Brasil. É uma excelente oportunidade para os comandados do técnico Tite, acabarem com essa supremacia paraguaia dos últimos anos. A seleção brasileira se classificou em primeiro no grupo A, com 7 pontos. Por outro lado, o Paraguai passou em terceiro no grupo B, com 2 pontos, dois empates e uma derrota.


O Brasil está se acertando na competição, é favorito e precisa se impor em campo. O treinador da seleção paraguaia, Eduardo Berizzo, deve trabalhar forte para seu time segurar a pressão brasileira nos primeiros 20 minutos, cozinhar o jogo e jogar a responsabilidade e nervosismo para o time de Tite, que deve manter o talismã Everton Cebolinha na equipe.


Palpite: Brasil