• Leonardo Cruz

DURO CASTIGO PARA CIGANO NO UFC RALEIGH




A edição do UFC Raleigh realizada no último sábado (25/01), na “PNC Arena”, proporcionou ao público onze combates de altíssimo nível. Destaque para o duelo válido pela categoria peso pesado entre o brasileiro Júnior Cigano dos Santos e o estadunidense Curtis Blaydes, este combate foi o evento principal da noite na Carolina do Norte, EUA.

Logo na primeira luta do card preliminar, em combate de estreantes no Ultimate, o brasileiro peso-pena Herbert Burns venceu por knockout o estadunidense Nate Landwehr ainda no primeiro round.

A luta começou muito movimentada, Burns buscou aplicar seu jogo desde os primeiros instantes. Nate Landwehr por sua vez se mostrava cauteloso, evitando o confronto direto para surpreender o brasileiro nos contra-golpes. Ainda no round inicial, Herbert mudou a estratégia e levou o adversário ao solo, chegou a encaixar um triângulo de mão, mas o estadunidense conseguiu se defender com certa tranquilidade. Já Com o combate voltando a ser disputado em pé, o brasileiro, muito atento na luta, conseguiu acertar uma forte joelhada no queixo do oponente que já caiu derrotado.

Com esta ótima vitória, o brasileiro Herbert Burns além de estrear muito bem no UFC, acrescentou o décimo triunfo em seu cartel, em contrapartida, Nate Landwehr perdeu pela terceira vez em sua carreira profissional.




Já no card principal, em disputa válida pela categoria peso-mosca, os compatriotas Alex Pérez e Jordan Espinosa fizeram uma boa luta que teve Pérez como vencedor ainda no round inicial por finalização.

O combate começou com trocação Franca, tanto Pérez quanto Espinosa tentavam minar o adversário com sequências de socos. Sem perceber evolução em seu jogo, Alex Perez mudou a estratégia e derrubou o rival para buscar a finalização e conseguiu, após encaixar um Katagatame, sem permitir qualquer reação ao oponente.

Com esta vitória, Alex Pérez que já soma dois triunfos consecutivos na organização, agora tem vinte e três vitórias na carreira profissional, enquanto Jordan Espinosa alcançou a marca negativa de sete derrotas em seu cartel.




No evento principal do UFC Raleigh, Júnior Cigano dos Santos enfrentou um complicado desafio, o estadunidense Curtis Blaydes, que venceu o combate no segundo round por knockout. A luta foi válida pela categoria peso pesado.

O duelo começou muito estudada, os dois lutadores muito cautelosos, esperavam o melhor momento para buscar o ataque. Blaydes por duas vezes tentou pegar as pernas de Cigano para tentar levar o combate ao solo, mas que foram bem defendidas pelo brasileiro. Pouco combativo, Cigano aceitava os chutes do estadunidense, que mesmo não sendo potentes, iam minando a resistência do atleta catarinense.

Na parte final do round, os lutadores partiram para a trocação mas com pouca contundência. Blaydes resolveu então investir em nova queda, sem sucesso. O estadunidense então travou Cigano contra as grades, mas logo o combate foi interrompido pois o brasileiro acusou o adversário de golpe baixo. Na volta, Blaydes partiu para o ataque, impondo uma boa sequência de golpes no rival.

No segundo round, Blaydes manteve o ritmo, controlando o centro do octógono e aplicando diversos golpes em Cigano que demonstrava muitas dificuldades para reagir na luta. Percebendo o bom momento, o estadunidense acertou um potente cruzado de direita que balançou o brasileiro, Blaydes então desferiu diversos socos até o árbitro interromper o combate.

Com esta vitória, Curtis Blaydes alcançou a marca de treze triunfos, a terceira consecutiva no UFC. Enquanto Júnior Cigano dos Santos sofreu sua sétima derrota na carreira profissional.

DEMAIS RESULTADOS DO UFC RALEIGH:

CARD PRINCIPAL:

Michael Chiesa venceu Rafael dos Anjos por decisão unânime;

Angela Hill venceu Hannah Cifers por knockout no 2° round;

Jamahal Hill venceu Darko Stosic por decisão unânime.

CARD PRELIMINAR:

Bevon Lewis venceu Dequan Townsend por decisão unânime;

Arnold Allen venceu Nik Lentz por decisão unânime;

Justine Kish venceu Lucie Pudilova por decisão unânime;

Montel Jackson venceu Felipe Cabocão por decisão unânime;

Sara McMann venceu Lina Lansberg por decisão unânime;

Brett Johns venceu Tony Gravely por finalização no terceiro round.