• filipeq09

Ela não para: Crefisa faz Palmeiras milionário e pressão aumenta

Na tarde dessa quarta, dia 23, o Palmeiras anunciou a renovação de contrato com a sua maior patrocinadora. Com vínculo até 2021, a Crefisa e a FAM (Faculdade das Américas) irão investir no alviverde paulista mais de R$ 102 milhões ao total, tornando o clube no mais rico da América Latina e se aproximando dos gigantes europeus, como Juventus, Barcelona e até Real Madrid.


Segundo o Globo Esporte, o valor pode chegar aos R$ 410 milhões em um período de três anos, o que é algo inimaginável para os clubes brasileiros na atualidade. Sem dúvidas, o verdão não sentirá falta de fontes de investimento para contratação de jogadores e melhorias em seu departamento de futebol e outros esportes.


Porém, a pressão por grandes títulos - Libertadores e Mundial - certamente irá aumentar daqui pra frente, já que o torcedor sabe do poder de fogo do clube para contratações e da capacidade de seu treinador, Luiz Felipe Scolari, que gosta de jogos de peso.


O presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, declarou, em entrevista coletiva realizada ontem (23/01), que a pressão é natural e é preferível quando se tem um patrocínio expressivo. A torcida palmeirense deve pensar da mesma maneira que o mandatário, pois quando não se tem grandes recursos financeiros a disposição, os torcedores mais conscientes tendem a compreender os esforços do clube em conseguir grandes jogadores e ganhar títulos de expressão, já com os altos investimentos, a pressão é muito normal e deve ser feita com mais intensidade.


Com o patrocínio exorbitante, o milionário da América precisa agora mostrar os resultados dentro de campo, presenteando o torcedor com os títulos da Libertadores (que não vem desde 99) e Mundial de Clubes - até então inédito para o Palmeiras. A torcida irá cobrar.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud