EM 2022 ELES TENTAM NOVAMENTE EM QATAR


Eliminada pela França, a Argentina de Lionel Messi está fora da Copa do Mundo 2018 (Foto: Reprodução FIFA)


Após o término da fase de grupos e a eliminação da atual campeã do Mundo, Alemanha, as zebras do futebol ainda surpreenderam muitos torcedores nas oitavas de final. Até agora, três grandes seleções já estão fora da Copa da Rússia: Portugal, Argentina e Espanha.


Adiós, Hermanos!


No sábado, 30/06, a seleção de Lionel Messi mostrou mais uma vez sua característica “raçuda”, a Argentina que começou o jogo em desvantagem após uma cobrança de pênalti de Griezmann, conseguiu virar o placar com um gol de Di Maria no primeiro tempo e um gol de Mercado no segundo tempo, mas isso não foi o suficiente para a classificação dos “hermanos”.


A França balançou a rede adversária por mais três vezes no segundo tempo: Pavard e M’bappe - que marcou duas vezes - foram os autores dos gols. Mesmo assim, aos três minutos de acréscimo do segundo tempo, a Argentina marcou o que seria seu último gol na Copa de 2018: uma assistência de Messi para Agüero e o resultado que mandava os “hermanos” de volta para a casa. 4X3 e a França classificada para as quartas de finais.


Fica para a próxima, CR7


Também não foi dessa vez para a seleção de Cristiano Ronaldo. Portugal voltou para casa e a partida terminou com o placar de 2X1 favorável ao Uruguai. Cavani marcou dois gols, foi o artilheiro da partida e o responsável por levar a seleção uruguaia a mais uma etapa na Copa de 2018.


Pepe, bem posicionado, recebeu um cruzamento de Raphael Guerreiro e cabeceou para o gol aos 10 minutos do segundo tempo. O único gol dos lusos acabou no placar que levaria a seleção do melhor do mundo de volta para a casa.


Cristiano Ronaldo teve uma boa atuação na partida, mas a marcação estava forte em cima do craque e ele não conseguiu mudar o placar a tempo de, pelo menos, levar o jogo para a prorrogação.


Mais uma tentativa de CR7 que não deu certo e ele continua sonhando em levantar a taça do Mundial (Foto: Adrian Dennis/AFP)


Em 2010 deu, dessa vez, não!


Num jogo entre Espanha e os anfitriões da Copa, fica difícil apontar o favorito a avançar para as quartas de finais. Por conta disso, o jogo foi sofrido e os 90 minutos não foram suficientes para decidir a partida. O primeiro jogo decidido nos pênaltis na Copa de 2018 e mais uma grande seleção de volta para casa.


O tempo normal de jogo acabou 1X1, com gols de Sergey [um gol contra em disputa de espaço com Sérgio Ramos] e Artem Dzyuba, que balançou as redes após cobrança de pênalti [bola na mão de Piqué - zagueiro da Espanha].


Com o empate, o jogo seguiu para a prorrogação e cobrança de pênaltis.O meia Koke, da seleção espanhola já tinha perdido uma das cobranças enquanto os russos vinham acertando todas. No último chute, o goleiro Akinfeev, da Rússia, fez uma defesa espetacular com o peito do pé direito e, naquele momento, a Copa de 2018 se encerrava para os espanhóis.


O que nos espera amanhã?


Parece que a bruxa está solta na Copa de 2018, pois seleções tradicionais, favoritas a levantar a taça e com craques de nomes no futebol estão voltando para casa mais cedo e deixando seus planos para a Copa de 2022.


Amanhã, 02/07, Brasil e México se enfrentam às 11 da manhã ,no horário de Brasília, e nem queremos imaginar a seleção pentacampeã do mundo voltando mais cedo para casa.


Queremos o HEXA!