• Leonardo Cruz

EM BUSCA DO CINTURÃO


Foto: UFC Divulgação

A edição do UFC Minneapolis realizada no último sábado, 29/06, reuniu doze lutas que proporcionaram grande emoção ao público presente na "Target Center". O combate mais esperado pela população estadunidense foi na categoria peso-pesado entre o camaronês Francis Ngannou contra o brasileiro Júnior Cigano.


Nas seis lutas realizadas pelo card preliminar, os maiores destaques foram para as vitórias dos brasileiros Ricardo Ramos e Amanda Ribas. "Carcacinha", como é conhecido Ramos, venceu Journey Newson por decisão unânime dos árbitros, em combate válido pela categoria peso-galo.


Demonstrando melhor condicionamento físico, o brasileiro se movimentou bastante dentro do octógono, sendo superior durante todos os três rounds. Os golpes aplicados por "Carcacinha" eram mais contundentes, principalmente nas tentativas de cotoveladas e joelhadas que em alguns momento chegaram a desestabilizar o lutador estadunidense.


Nos segundos finais do terceiro round, Ramos partiu para cima de Newson para decidir a luta e com isso, conseguir o knockout. O brasileiro aplicou diversos golpes no adversário que resistiu bravamente até o término do combate.


Com esta vitória, o brasileiro Ricardo Ramos se recuperou da derrota para Said Nurmagomedov e acrescentou a décima terceira vitória em seu cartel. Já o estadunidense Journey Newson, quebrou uma série de quatro triunfos seguidos e sofreu sua segunda derrota na carreira profissional.


Foto: UFC Divulgação

Em luta válida pela categoria peso-palha, a brasileira Amanda Ribas não deu chances a Emily whitmire e a finalizou no segundo round aplicando um mata-leão. Dominante desde o princípio do combate, a lutadora mineira que é especialista em Judô e Jiu-Jitsu tentou levar a adversária para o chão em diversos momentos, mas sem obter grande sucesso.


Na volta para o segundo round, a brasileira mudou a estratégia, tentando golpear a adversária com maior intensidade e contundência, com isso, obrigou Whitmire a recuar e após bobeada da estadunidense, Ribas conseguiu novamente levar a luta para o chão e passar para as costas da oponente, encaixando o mata-leão, obrigando Emily a bater em desistência.


Com este triunfo, Amanda Ribas conquistou sua sétima vitória na carreira e a primeira no UFC. Já a estadunidense Emily Whitmire vive momentos de instabilidade na carreira e perdeu a terceira luta em sete disputadas.


Foto: Getty Images


Nas lutas válidas pelo card principal, destaque para a vitória do brasileiro Demian Maia que venceu Anthony Rocco Martin por decisão majoritária e mesmo aos 41 anos, mostrou que ainda pode fazer frente para qualquer adversário. Durante os dois primeiros rounds, Demian mostrou seu cartão de visitas utilizando seu famoso Jiu-Jitsu, praticamente não permitiu que o estadunidense aplicasse seu jogo.


Na volta para o terceiro e decisivo round, já desgastado e com vitória nos dois rounds anteriores, o brasileiro apenas administrou o combate, esperando a reação de Martin, que também cansado, não conseguiu modificar o resultado final.


Com esta vitória, Demian Maia conquistou sua vigésima primeira vitória no UFC, além de atingir a marca de trinta lutas na organização. Já o estadunidense Anthony Rocco Martin, perdeu pela quinta vez na carreira, interrompendo uma série de quatro triunfos consecutivos.


Foto: UFC Divulgação


No evento principal da noite, o camaronês Francis Ngannou conquistou um knockout espetacular, atropelando o brasileiro Júnior Cigano em pouco mais de 1 minuto de luta, em duelo válido pela categoria peso-pesado.


Os primeiros instantes do combate foram de estudo de ambos os lutadores, mas após uma tentativa frustrante de Cigano dar um golpe, Ngannou se aproveitou e acertou o brasileiro duas vezes, o derrubando imediatamente. O camaronês ainda tentou golpear o oponente no chão, mas foi contido pelo árbitro confirmando o knockout.


Com esta incrível vitória, Francis Ngannou além de se credenciar a disputa do cinturão de sua categoria, conquistou seu décimo quarto triunfo na carreira profissional. Já o brasileiro Júnior Cigano que vinha de três vitórias consecutivas, com este revés, agora soma seis derrotas em seu cartel.


OUTROS RESULTADOS DO UFC MINNEAPOLIS:


CARD PRINCIPAL:

Joseph Benavidez venceu Jussier Formiga por knockout no 2º round;

Vinc Pichel venceu Roosevelt Roberts por decisão unânime;

Drew Dober venceu Marco Polo Reyes por knockout no 1º round;

Alonzo Menifield venceu Paul Craig por knockout no 1º round.


CARD PRELIMINAR:

Eryk Anders venceu Vinícius Mamute por knockout no 1º round;

Jared Gordon venceu Dan Moret por decisão unânime;

Dalcha Lungiambula venceu Dequan Townsend por knockout no 3º round;

Maurice Greene venceu Junior Albini por knockout no 1º round.