• Igor Pereira

Estrangeiros: O reinado gringo NO BRASIL


Guerra, Trauco e D'alessandro Arte: Lance

Historicamente os “gringos” fazem sucesso no futebol brasileiro, muitos deles são ídolos dos nossos clubes e tem um grau de participação enorme em diversos times.

Basta olharmos os times da Série A do campeonato brasileiro de 2019, somente 4 times não tem um estrangeiro no plantel. Pois bem, desde 2013 que o número de jogadores de outros países que podem ser relacionados para cada partida aumentou, foi de 3 para 5, por partida, alguns clubes tem um número até maior do que esse no elenco, por isso, tem que rolar um revezamento de jogadores caso todos estejam aptos para jogar.


Atualmente, somando todos os atletas de outros países nos clubes da Série A, temos um total de 64 jogadores nesse ano de 2019 podendo até aumentar ao final da janela de transferências. Nos números, o Internacional lidera com 8 no elenco, seguidos por: Flamengo com 6, Corinthians, Palmeiras, Cruzeiro e Santos com 5 cada e, Vasco da Gama, Atlético Mineiro e Botafogo com 4, os outros 12 times contam com menos de 3 jogadores nascidos em outros países no time, exceto CSA, Fortaleza, Avaí e Bahia que não tem nenhum por enquanto.


Os times do sul do país, no decorrer dos anos são os que mais acolhem os estrangeiros, não que em outros centros seja diferente, claro que não, mas como a grande maioria são oriundos dos nossos vizinhos, Argentina e Uruguai, a adaptação deles no sul do país se dá mais rapidamente. Internacional e Grêmio, tem diversos jogadores do exterior com passagem por lá, atualmente o Colorado conta com o maior plantel de jogadores de fora do país do futebol brasileiro, com 8 atletas, um deles é muito especial para o torcedor, o argentino Andrés D'Alessandro, que ganhou praticamente tudo pelo Inter, mais de 10 anos de clube e conta com 429 partidas oficiais, sendo o 5° maior da história do Colorado.


Já no tricolor gaúcho, Walter Kanneman é um dos pilares da defesa dos imortais, juntamente com Pedro Geromel. Colecionando títulos importantes pelo Grêmio, como a Copa do Brasil, Libertadores e Recopa, o zagueiro Argentino é fundamental para o time e é mais um ídolo “gringo” que escreveu seu nome no clube.


No Corinthians, Mauro Boselli é um atacante nato, vencedor e goleador onde passou, com números muito bons no tradicional Leon do México, o Argentino é uma aposta do técnico Fabio Carille, que deposita muitas esperanças no goleador. 


O Palmeiras conta com alguns estrangeiros, mas atualmente o zagueiro Gustavo Gómez conquistou a torcida alviverde, com pouco mais de 6 meses no time o atleta já colocou seu nome na história do verdão, indiscutivelmente um dos melhores zagueiros do Brasileirão de 2018 o Paraguaio tem tudo para se tornar um ídolo do time nos próximos anos.


Indiscutivelmente ganhar títulos importantes sendo protagonista, credencia qualquer jogador a escrever seu nome na história de um clube, mas só isso não basta, é preciso ter raça, vontade, dar a vida por cada jogada, assim os torcedores sempre vão ter uma lembrança positiva do jogador. Muitos atletas conseguem unir os títulos à raça que tanto marca os jogadores do exterior. Dois exemplos que mostram as qualidades citadas a cima e que não conseguiram ainda conquistar um título são Cuellar do Flamengo e Robert Arboleda do São Paulo, dois esportistas que as torcidas adoram, mas que precisam de um título para subir o patamar e colocar o nome na história de seus times.


Muitos jogadores bons que os clubes acabam encontrando em países sem muita tradição na formação de esportistas conhecidos, desembarcam no futebol brasileiro e acabam sendo vitrines, ficam pouco tempo e rapidamente são vendidos, muitos atletas são assim, não conseguem criar uma identificação com o clube e torcida.


Uma pena, de uns anos para cá o futebol brasileiro está carente de bons atletas, já que nossas promessas se destacam e rapidamente vão para Europa e outros que tem uma idade de mais maturidade que se destacam acabam indo para centros que não tem boa competitividade, mas que pagam salários astronômicos. 

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud