• Felipe Mina

Férias? Que Nada


Fim de ano se aproximando e o futebol brasileiro curte merecidas férias. Ao contrário do que se acontece na Europa, onde a temporada está apenas na metade.


Devido ao auge do inverno, com temperaturas baixíssimas, há ligas que paralisam suas atividades por algumas semanas devido ao forte frio, como por exemplo a francesa e alemã, o que acaba dando oportunidade para os atletas também passaram as festas de fim de ano com a família.


Mas entre tantos campeonatos, um em especial tem uma cultura totalmente diferente, ao contrário dos outros, as festas de fim de ano é sinônimo de muitos jogos.


Na Inglaterra se comemora o Boxing Day, feriado que ocorre um dia após o Natal, no dia 26 de dezembro e é encarado como um “segundo dia de Natal”.


Curiosamente, a primeira partida a nível de competição da história do futebol, aconteceu no mesmo dia 26 dezembro. Em 1860 o Sheffield (primeiro clube da história) teve um adversário para enfrentar, o Hallam FC. Desde então, a federações não poderiam deixar que essa data passasse sem uma partida de futebol.


Mas não é apenas no feriado que temos jogos, o Boxing Day se estendeu com o passar dos anos, e hoje, são jogada três rodadas em um curto espaço de tempo, de 26 até o dia 3 de janeiro.


Muito se diz, que esse é um dos momentos mais importantes da temporada para os clubes ingleses. Já que o preparo físico e o bom elenco são colocados à prova diante de tanto desgaste e não faltará bons duelos para acompanhar.


Para defender a liderança, o Liverpool talvez é quem tenha o maior desafio nesse boxing Day. O técnico Jorgen Klopp terá com as baixas no elenco, Alexander-Arnold, Matip e Keita e Joe Gomez seguem machucados. Somado a isso, os Reds terão dois clássicos nesse período, com Arsenal, e o vice-líder, Manchester City, em um confronto decisivo!


Do lado vermelho de Manchester, após a demissão de José Mourinho, Solskjaer assumiu o comando do United até o final da temporada e já estreou com goleada de 5 à 1, resultado que não acontece desde a saída de Alex Ferguson. Agora o ex-jogador dos Devill’s encarará esse grande desafio antes mesmo de conhecer totalmente seu elenco.


(Foto: Reprodução/Premier League)