• Karoline Guimarães

FINAL DO MUNDIAL FEMININO: HOLANDA X EUA


FOTO: REPRODUÇÃO/REUTERS

A final da Copa do Mundo Feminina 2019 foi definida hoje (3), com a vitória das holandesas sobre as suecas, aos 98 minutos de jogo, por 1 a 0. Com o resultado, será Leoas Laranjas contra Águias Carecas (Símbolo dos Estados Unidos) disputando o título.


O jogo no estádio Parc Olympique Lyonnais, em Lyon, contou com um primeiro tempo de poucas oportunidades para os dois times. Na segunda etapa, a primeira oportunidade real de gol veio com as suecas. Após cobrança de escanteio e um pequeno vai-volta na área, a bola sobrou para Fischer. A zagueira chutou, mas a bola desviou nas pontas dos dedos da goleira Veenendal e bateu na trave.


As holandesas se igualaram até na chance de gol. Oito minutos depois da bola de Fischer na trave, foi a vez da Holanda acertar o poste. Também começou com uma cobrança de escanteio, Miedema cabeceou cruzado, a goleira Lindahl se esticou e fez o desvio para a bola explodir no travessão em seguida.


O gol das Leoas só veio nos oito minutos da prorrogação. Após desvio errado da sueca Sembrant, a bola caiu nos pés da camisa 14, Groenen, que chutou cruzado no canto direito do gol, garantindo a vaga na final.


As norte-americanas garantiram sua vaga no jogo contra a Inglaterra, na tarde de ontem (2). Foi no sufoco, mas a vitória veio com dois gols. Um de Christen Press, que entrou na vaga de Megan Rapinoe, e outro de Alex Morgan. As inglesas também marcaram, com um gol de White. No segundo tempo, a Inglaterra ainda perdeu um pênalti e teve um gol anulado pelo VAR.


Três vezes campeã (1991,1999 e 2015), uma vez vice (2011) e com três terceiros lugares (1995,2003 e 2007), esta é a quinta final de Copa do Mundo da seleção dos Estados Unidos. Já as holandesas, atuais campeãs europeias, vão para sua primeira final mundial.


Inglaterra e Suécia disputam o terceiro lugar no sábado (6), às 12h00. A final está marcada para o domingo (7), às 12h00, e terá transmissão na TV aberta.