• Vinicius Rodrigues

GALO FORTE E VINGADOR



O Atlético-MG venceu o Santos por 2 a 1 no Pacaembu e avançou para as quartas de finais da Copa do Brasil, a equipe de Rodrigo Santana conseguiu virar a partida com noite inspirara de Cazares e Chará.


O jogo apresentou o que era aguardado, são duas equipes que propõe o jogo, duas equipes com homens agudos que tem a velocidade como ponto forte, então era esperado um jogo aberto com chances para os dois lados.


A equipe da casa começou tomando as ações do jogo, o Peixe se impôs com o apoio da torcida e foi para o ataque, a equipe praiana foi premiada e conseguiu marcar no início do jogo, aos 9 minutos após cobrança de escanteio de Marinho, Gustavo Henrique sem marcação testou forte no ângulo de Víctor que só olhou a bola morrer no fundo do gol.


E foi assim até os 15/20 minutos iniciais, o Galo não se achava em campo, suas principais jogadas eram neutralizadas pela forte marcação santista, mas como de costume mesmo com o resultado a equipe comandada por Sampaoli não para de buscar o gol, desta forma começou dar espaços ao Atlético, que chegou com Chará, uma, duas, três, na quarta oportunidade foi fatal ele não desperdiçou, após ótima enfiada de bola do Cazares, o atacante do Galo entrou nas costas da zaga do peixe e bateu por baixo de Everson para igualar o marcador.


Após o empate dos atleticanos o jogo deu uma esfriada, as equipes não conseguiram manter a intensidade que havia sido apresentada durante o jogo, o empate levaria o jogo para os pênaltis, e Sampaoli tentou resolver isso, na volta do intervalo ele voltou com uma novidade sacando Felipe Aguilar abrindo mão dos seus três zagueiros para colocar Jean Mota.


O meia que foi artilheiro do Paulistão entrou para dar mais volume a equipe santista já que a equipe não terminou a primeira etapa bem, nos primeiros minutos em campo parecia que o panorama iria ser outro o Santos veio pra cima, mas não conseguia criar uma chance real, por outro lado o Galo esperava um erro do Peixe para tentar encaixar um contra-ataque.


Com 15/20 minutos da etapa complementar a partida começou ganhar dramaticidade e ficou elétrica, era um lá e cá, Rodrigo Santana colocou em campo Alejandro e Geuvânio foi feliz na escolha, os dois atletas entraram bem na partida, o Santos que tinha o domínio do jogo perdeu seu poder ofensivo, o Galo que não assustava voltou gerar problemas para a defesa do Peixe.


Jogando no erro dos donos da casa, foi assim que nasceu o segundo gol e o da classificação dos atleticanos, Elias recuperou a bola no meio campo tocou para Geuvânio que como um taco de sinuca deixou Cazares em ótimas condições para cruzar a bola e deixar Chará livre e em ótimas condições para apenas escorar para o gol dando a vaga para o Galo.


O Santos tentou ainda no desespero pelo menos empatar o jogo para levar a partida para disputa de pênaltis não conseguiu e chegou agora a sua terceira eliminação no Pacaembu em 2019, ficando agora com apenas o Brasileirão para ser disputado até o final do ano.


Numa overdose de confrontos agora as equipes voltam medir forças neste final de semana, porém desta vez o jogo será realizado na Vila Belmiro pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro, a DePrima transmite tudo deste jogo no Domingo à partir das 19 horas, as duas equipes brigam na parte de cima da tabela ocupam respectivamente a segunda é terceira colocação do campeonato.