• Bruno Nunes

HOLANDÊS VOADOR


Foto: Emilio Morenatti / AP
Foto: Emilio Morenatti / AP

O terceiro lugar de Max Verstappen no GP da Espanha confirmou o ótimo momento vivido pelo piloto holandês na Red Bull. Apontada como a terceira equipe da Fórmula 1, os resultados obtidos mostram que Verstappen tem feito a diferença, mesmo com um carro inferior aos da Mercedes e da Ferrari.


Foi a segunda vez em cinco provas na temporada que Verstappen subiu no pódio, desbancando os ferraristas Vettel e Leclerc. Nas outras três etapas realizadas, o holandês chegou na quarta colocação. Verstappen ocupa a 3° posição no Mundial de Pilotos com 66 pontos, 45 a mais que seu companheiro de equipe, o francês Pierre Gasly.


O bom começo de temporada rendeu elogios e especulações sobre seu futuro na categoria, assumindo o status de piloto mais desejado do mercado, lembrando que o contrato com a Red Bull termina só no final de 2020. O chefão da RBR, Helmut Marko, destacou a evolução do holandês, que, depois de uma primeira metade de campeonato cheia de rodadas e acidentes no ano passado, evoluiu muito desde então.


- Hamilton, Bottas, Vettel e Leclerc tiveram altos e baixos. Só Max foi impecável e sempre tirou o máximo do carro - às vezes até mais - disse Marko ao "Auto Bild".


Outra mudança que parece ter contribuído para o melhor desempenho de Vertappen foi o casamento da RBR com a Honda, fabricante japonesa que passou a fornecer os motores para a equipe austríaca. A nova unidade de potência se mostra superior ao da Renault, utilizado nas últimas temporadas.


Sem dúvida, O jovem Verstappen de apenas 21 anos se coloca como um dos principais aspirantes ao título mundial nas próximas temporadas, juntamente com Leclerc. Pilotos da nova geração que estão gerando grandes expectativas nesta nova fase da Fórmula 1.


MUNDIAL DE PILOTOS


1) Lewis Hamilton, 112 pontos 2) Valtteri Bottas, 105   3) Max Verstappen, 66   4) Sebastian Vettel, 64   5) Charles Leclerc, 57   6) Pierre Gasly, 21   7) Kevin Magnussen, 14   8) Sergio Pérez, 13   9) Kimi Räikkönen, 13   10) Lando Norris, 12   11) Carlos Sainz Jr., 10   12) Daniel Ricciardo, 6   13) Nico Hülkenberg, 6   14) Lance Stroll, 4   15) Alexander Albon, 3   16) Daniil Kvyat, 3   17) Romain Grosjean, 1   18) Antonio Giovinazzi, 0   19) George Russell, 0   20) Robert Kubica, 0