• Leonardo Cruz

ISRAEL ADESANYA VENCE WHITTAKER, UNIFICA CINTURÃO E SE TORNA O NOVO CAMPEÃO DO UFC


Foto: Getty Images

A edição do UFC 243 realizada no último sábado (05/10), no “Marvel Stadium”, em Melbourne, proporcionou aos australianos, onze combates de excelente nível. Mas sem dúvidas, a luta mais aguardada foi a disputa válida pelo peso-médio entre o anfitrião e campeão da categoria, Robert Whittaker e o surpreendente nigeriano Israel Adesanya.


A luta começou com Whittaker impondo um forte ritmo, controlando o centro do octógono, o campeão tentava além de bloquear as ações de Adesanya, aplicar combinações de golpes, buscando o knockout ainda no round inicial. O nigeriano por sua vez, mesmo sendo atacado, demonstrava muita tranquilidade para se desvencilhar das investidas do dono da casa.


Nos minutos finais do round, Adesanya deixou de aceitar a imposição de Whittaker e passou a atacar com perigosos socos e chutes, equilibrando assim o combate. Faltando poucos segundos para terminar o round inicial, o nigeriano acertou um potente soco de direita, derrubando o adversário, que foi literalmente salvo pelo “gongo”.


Na volta para o segundo round, Whittaker manteve o mesmo ritmo do início da luta, partindo para cima do oponente, demonstrando não ter sentido o knockdown que sofreu. Adesanya, mesmo recebendo alguns golpes, buscava se movimentar para dificultar as ações do australiano. Em um momento de franca trocação, o nigeriano acertou mais um poderoso golpe de direita, derrubando o rival, desta vez, Adesanya partiu para cima, desferindo diversos golpes até a interrupção do árbitro.



Foto: Jeff Bottari / Getty Images

Agora não há mais dúvidas, o invicto Israel Adesanya é o verdadeiro campeão da categoria peso-médio, já são dezoito vitórias em seu cartel. Já Robert Whittaker não só perdeu o cinturão, mas também uma invencibilidade de nove lutas no UFC.


Na primeira luta do card principal, o lutador de Cabo Verde, Yorgan de Castro venceu ainda no primeiro round o australiano Justin Tafa, em luta válida pela categoria peso-pesado. Esta foi a estreia dos dois lutadores no Ultimate.


A luta começou com Justin Tafa tentando impor de forma mais contundente seu jogo, mesmo com pouca movimentação, o anfitrião encurtava a distância para aplicar mais golpes em Castro. Em uma destas investidas, Tafa abriu a guarda na tentativa de dar um soco no adversário, atento, o lutador de Cabo Verde acertou um brutal cruzado de direita, derrubando o australiano já desacordado.


Com o triunfo, Yorgan de Castro permanece invicto, agora são seis vitórias em seu cartel. Em contrapartida, o australiano Justin Tafa foi derrotado pela primeira vez em sua carreira profissional.



Foto: Darrian Traynor / Getty Images

No card preliminar, destaque para a luta válida pela categoria peso-pena, em que a australiana Megan Anderson venceu a francesa e estreante Zarah Fairn dos Santos por finalização ainda no primeiro round.


Desde os primeiros segundos de combate, a estratégia das duas lutadoras era clara, enquanto Zarah Fairn dos Santos tentava partir para a trocação, buscando encontrar a melhor distância para golpear a rival, a australiana queria levar a disputa para o solo e conseguiu. Mesmo com a francesa tentando de desvencilhar para voltar a ficar em pé, Megan Anderson conseguiu aplicar seu jogo, encaixando um triângulo, obrigando a adversária a bater em desistência.


Com este triunfo, a australiana Megan Anderson alcançou a marca de dez vitórias na carreira e se recuperou da derrota para Felícia Spencer em maio deste ano. Já a francesa Zarah Fairn dos Santos, que fez sua estreia no UFC, sofreu seu terceiro revés como profissional e interrompeu a sequência de três vitórias consecutivas.


DEMAIS RESULTADOS DO UFC 243:


CARD PRINCIPAL:

Dan Hooker venceu Al Iaquinta por decisão unânime;

Sergey Spivak venceu Tai Tuivasa por finalização no 2º round;

Dhiego Lima venceu Luke Jumeau por decisão dividida.


CARD PRELIMINAR:

Jake Matthews venceu Rostem Akman por decisão unânime;

Callan Potter venceu Maki Pitolo por decisão unânime;

Brad Riddell venceu Jamie Mullarkey por decisão unânime;

Ji Yeon Kim venceu Nadia Kassem por knockout no 2º round;

Khalid Taha venceu Bruno Bulldoguinho por finalização no 3º round.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud