• Felipe Mina

Janela de Inverno

Se inicia um ano novo e a primeira coisa que vem à cabeça no futebol europeu é abertura da janela de transferências de inverno. Disponível na metade da temporada, é considerada para concertar algumas peças ou posições que apresentaram problemas ao longo das competições.


Em 2019, esse período terá uma novidade, já que a UEFA (União das Associações Europeias de Futebol) passa a liberar a atuação dos jogadores contratados no inverno em suas competições, mesmo já tendo atuado por outras equipes, a exemplo de Philippe Coutinho, contratado em janeiro de 2018 do Liverpool, onde disputou a fase de grupos da Liga dos Campeões e foi impedido de jogar o mata-mata pelo Barcelona. O mesmo ocorreu com Aubameyang, que atuou a mesma fase pelo Borussia Dortmund, e não pode entrar em campo pelo Arsenal na Liga Europa do ano seguinte.


Mesmo com a boa notícia, mercado da bola europeu não começou tão agitado, os maiores destaques ficaram com o francês Nasri, contrato pelo West Ham. O francês foi suspenso por 6 meses por dopping e não teve seu contrato renovado pelo Antalyaspor da Turquia.


Com problemas no departamento médico, o Barcelona conta com apenas dois zagueiros à disposição, Pique e o recém chegado Lenglet, já que Umtiti e Vermalem seguem machucados. Isso fez com que os catalães fossem as compras e anunciassem o ex-Sevilla, Murillo.


O curioso é que o brasileiro Rodrigo Caio foi sondado pelo clube, chegando até a realizar exames médicos, mas foi preterido pelo colombiano, já que o defensor já atuava na Espanha. Assim, Rodrigo saiu dos holofotes europeus e assinou com o Flamengo, o mesmo rubro-negro que vendeu Lucas Paquetá, ainda em outubro, e que agora está regularizado para atuar pelo seu nova camisa, na Itália.


Algumas especulações que seguem fortes nos jornais do velho continente, mas o que vem chamando mais atenção até então, são os destinos de dois meio campistas: Ramsey do Arsenal e Rabiot do PSG. Isso porque ambos terão seus contratos encerrados no meio do ano e já podem assinar pré contratos e saírem de graça de seus atuais clubes. O galês não chegou à um acordo com os Gunners e tem a Juventus mais próxima para um acerto. Diferente do britânico, Rabiot mal vem atuando devido às especulações por não renovar seu contrato e desde o início da temporada vem dado como certo junto ao Barcelona.

(Foto: Redes Sociais/Barcelona FC)

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud