Jogo de Maluco


Lisca e Deyverson são expulsos no Pacaembu (Foto: rede social Ceará)

Devido ao show da cantora Shakira na arena do Allianz Parque, o Palmeiras recebeu o Ceará no clássico estádio do Pacaembu, e isso não foi empecilho para vencer por 2 a 1 e conquistar mais três pontos para se manter na liderança do campeonato.


O Verdão, líder da competição, vinha de 14 jogos sem derrota, com a melhor campanha do segundo turno. Já o Vozão é o primeiro time da zona de rebaixamento, mas teve uma boa reação com a chegada de Lisca no comando técnico.


O primeiro gol não demorou a sair, mas chegou com um pouco de contestação. Aos 17 minutos, o experiente volante do Ceará, Edinho, usou o braço para desviar a bola na área, porém o árbitro André Luiz de Freitas Castro não interpretou a penalidade e teve a atenção chamada pelo assistente para que a infração fosse marcada, algo que demorou e levou o técnico Lisca a loucura.


Pênalti decidido e confirmado para o aniversariante do dia, Bruno Henrique abrir o placar e não apenas marcar o primeiro, como o segundo gol alviverde, este, um golaço de fora da área. O único ponto negativo, é que o volante recebeu cartão amarelo, que pendurado, é desfalque para a próxima rodada junto com o lateral, Mayke.


A partida marcou as expulsões de dois personagens, que não surpreendem os torcedores quando o assunto é perder o controle. O primeiro deles, o centroavante Deyverson, marcado por ações polêmicas dentro de campo, seja de simulações á provocações, hoje, o atacante exagerou na dose em dividida com Richardson, deixando a perna na barriga do adversário e foi expulso no final do segundo tempo, pedindo desculpas para a torcida.


O segundo, ninguém mais ninguém mesmo que o apelidado, carinhosamente de Lisca “Doido”. Indignado com o pênalti marcado contra a sua equipe, o treinador não parou de reclamar um segundo se quer, e também foi expulso pelo confuso grupo de arbitragem ao final do primeiro tempo.


Com um jogador a mais, o alvinegro melhor na segunda etapa equilibrando a partida. Arthur, artilheiro da equipe, agora com 5 gols, diminuiu o placar. Coincidentemente, o atacante já foi contratado pelo adversário, e será jogador do Palmeiras no ano que vem.


Pressionado, o técnico Felipão até promoveu as entradas dos titulares Dudu e Moisés, e com muita entrega, os palmeirenses conseguiram segurar o placar e sair com a vitória.


Os palestrinos tem agora uma semana decisiva, onde viajam para Argentina e enfrentam o Boca Juniors pela semifinal da Libertadores. No sábado, vai ao Rio de Janeiro para confronto direto com o Flamengo. Scolari não contará com os suspensos desta tarde, além de Jean, que se lesionou nos primeiros minutos de jogo.


Já o Ceará continua sua saga contra o rebaixamento e também vai a campo nesta quarta-feira (24) pelo Campeonato Brasileiro contra o Cruzeiro, em rodada adiada.