"MAIS FORTE QUE O MUNDO"


Foto: UFC Divulgação

Na noite do último sábado (02), o UFC Fortaleza proporcionou aos amantes do MMA um grande espetáculo, lutas que o povo cearense jamais esquecerá, como as vitórias por finalização de Demian Maia e Marlon Moraes, e o show de um dos maiores lutadores brasileiros deste esporte. José Aldo voltou a lutar no Brasil em grande estilo, venceu o favorito Renato Moicano por knockout no segundo round.


Aldo que passa por um momento de instabilidade desde o final de 2015, quando perdeu o cinturão da categoria peso-pena e sua invencibilidade no UFC para seu grande rival, Conor McGregor, queria dar de presente ao povo brasileiro uma grande vitória e nada melhor do que enfrentar Renato Moicano, lutador em ascensão que só tinha uma derrota em seu cartel e de acordo com os especialistas, era favorito para vencer o combate.


Foto: UFC Divulgação


Nenhum fator contrário foi suficiente para superar o manauara que mesmo tendo anunciado que se aposentará no final de 2019, fez valer o nome do filme que conta sua trajetória e demonstrou uma força maior que o mundo para superar seu rival. Depois de um início de luta em que os lutadores se estudaram muito, Aldo voltou para o segundo round de forma avassaladora e não deu chances a Renato Moicano, com uma sequência de socos e joelhadas, o ex-campeão do peso-pena mostrou toda sua técnica e agressividade para sair vencedor de uma das principais lutas da noite.


Em outro combate de grande destaque, válido pela categoria peso-galo, Marlon Moraes finalizou Raphael Assunção ainda no primeiro round com uma guilhotina obrigando o oponente a bater em desistência. Esta luta teve um gosto especial para Moraes que em sua estreia no UFC no ano de 2017, foi derrotado por Assunção por decisão dividida dos juízes.


Marlon aproveitou para desafiar o atual detentor do cinturão do peso-galo, TJ Dillashaw que desceu para a categoria peso-mosca e foi atropelado por Henry Cejudo que precisou de apenas 32 segundos para conseguir o knockout.


Foto: UFC Divulgação

Na terceira luta mais aguardada pelos cearenses, Demian Maia não decepcionou seus fãs, com mais uma luta impecável, não deu chance para o lutador estadunidense Lyman Good, finalizando o oponente ainda no primeiro round com um mata-leão, golpe que é uma das marcas do paulista de 41 anos. Após a luta, Demian aproveitou para informar que talvez se aposente após as duas lutas que ainda tem em contrato com o UFC.


Na próxima semana, 10/02, será a vez do UFC 234 que será realizado em Melbourne na Austrália, este evento terá grandes lutas como a disputa do cinturão da categoria Peso-médio entre o campeão e invicto Robert Whittaker e seu desafiante Kelvin Gastelum que promete vencer a luta ainda no primeiro round, e também terá o retorno de um dos maiores lutadores de MMA de todos os tempos, Anderson Silva, que após um ano de suspensão por doping, enfrentará o nigeriano Israel Adesanya que está invicto no MMA.


Outros resultados do UFC Fortaleza:


CARD PRINCIPAL:

Charles do Bronx venceu David Teymur por finalização no 2º round;

Johnny Walker venceu Justin Ledet por knockout técnico no 1º round;

Livinha Souza venceu Sarah Frota por decisão dividida dos juízes.


CARD PRELIMINAR:

Markus Maluko venceu Anthony Hernandez por finalização no 2º round;

Mara Romero Borella venceu Taila Santos por decisão dividida dos juízes;

Thiago Pitbull venceu Max Griffin por decisão dividida dos juízes;

Jairzinho Rozenstruik venceu Junior Albini por knockout técnico no 2º round;

Geraldo de Freitas venceu Felipe Cabocão por decisão unânime dos juízes;

Said Nurmagomedov venceu Ricardo Carcacinha por knockout no 1º round;

Rogério Bontorin venceu Magomed Bibulatov por decisão dividida dos juízes.