• filipeq09

MAIS UM LUTO NO FUTEBOL


Foto: Reprodução/Facebook oficial do Flamengo

Uma manhã de sexta-feira que tinha tudo para trazer aos programas esportivos um debate sobre a rodada do final de semana. Porém, de forma lamentável, o assunto no noticiário nacional e internacional foi mais uma tragédia envolvendo um clube de futebol.


Ainda ao raiar do dia, a comoção tomou conta de atletas, familiares e jogadores de times adversários. O alojamento das categorias de base do Flamengo, dentro do CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande, no Rio de Janeiro, foi vítima de um grave incêndio, matando dez pessoas e deixando - até às 14h desse dia 8 de fevereiro - mais três feridos. As chamas teriam iniciado em um dos ar-condicionados das instalações do alojamento.


Diversos clubes no Brasil e no Mundo, jogadores do futebol brasileiro, do exterior e de demais instituições esportivas se solidarizaram com a tragédia ocorrida, emitindo mensagens de pesar e conforto às famílias das vítimas. Certamente, a fatalidade atingiu todo o cenário nacional e também internacional, ainda mais por se tratar de um clube gigante, com uma estrutura profissional invejável e muitos recursos financeiros.


Não cabe aqui procurar erros ou culpados, nem fazer o papel dos investigadores (que deverão agir de forma rápida e precisa no caso), e sim de lamentar e refletir em tantas infelicidades que já acometeram no nosso futebol e situações que precisam ser revistas. A estrutura do alojamento do CT da base do Flamengo é composta por contêineres, algo que não dá para se imaginar em um espaço esportivo do segundo clube mais milionário do país. Alvará de funcionamento, prevenção de acidentes e preparação para situações como esta. Tudo isto deve ser levado em conta para se analisar o que realmente aconteceu e o porquê de ter ocorrido.


Nada trará as vidas de volta, porém os responsáveis precisam ser penalizados. A certeza é de que fatos como esse não podem mais ser recorrentes no Brasil. Acidentes acontecem sim, mas tudo o que puder ser evitado deve ser. É inadmissível que o Clube de Regatas Flamengo, com um time profissional tão rico e qualificado e com uma estrutura que dispõe de vários recursos, tenha uma base tão abaixo dos padrões do setor principal.


Apenas garotos. Adolescentes que tinham a vida e carreira inteira pela frente morreram em um acidente fatal que poderia ter sido evitado. Nossos sentimentos de conforto e torcida pela superação para as famílias das vítimas!