• Guilherme Amendola

NA ESTREIA DE FERNANDO DINIZ, SÃO PAULO SEGURA O FLAMENGO NO MARACANÃ

O São Paulo foi ao Maracanã neste sábado, acompanhado de expectativas muito baixas por parte do torcedor são-paulino, para enfrentar o líder do campeonato, Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. A derrota do time paulista era vista como certa depois de dias agitados no clube, com a saída de Cuca e Mancini e a chegada de um novo treinador, tudo isso em menos de 24 horas, evidenciando a gestão incompetente da diretoria.


Fernando Diniz fez a sua estreia como técnico do São Paulo, tendo apenas um dia de treinamento para preparar a equipe para a partida, e procurou colocar o meio de campo com Luan, Daniel Alves e Hernanes, Antony pelo lado direito, Tchê Tchê como falso ponta pela esquerda e Pablo no comando de ataque. Enquanto Jorge Jesus optou por poupar 3 titulares - Rafinha, Filipe Luís e Gerson - pensando no confronto da semifinal da Libertadores contra o Grêmio na quarta-feira.

Foto: Jorge R Jorge/BP Filmes

O jogo iniciou com o São Paulo surpreendo nos primeiros 5 minutos, pressionou a defesa do Flamengo com uma marcação alta, esteve presente no campo de ataque e ainda teve uma boa chance com Pablo após o cruzamento de Reinaldo. Como esperado, após isso o time da casa tomou as rédeas, e passou a controlar o jogo a partir da posse de bola, teve um bom volume ofensivo, porém sem criar grandes oportunidades. No final do primeiro tempo, o tricolor ainda teve uma boa chance perdida por Tchê Tchê, depois de boa jogada de Juanfran pela direita, com assistência de Daniel Alves.


Na etapa complementar, o São Paulo conseguiu tirar a velocidade do jogo, fechar bem os espaços, negar oportunidades de gol do adversário, e contou com uma grande partida do sistema defensivo, incluindo do goleiro Tiago Volpi, mantendo o zero no placar. O tricolor do Morumbi ainda teve uma boa chance com Antony, em que Diego Alves fez grande defesa. A dupla de zaga Arboleda e Bruno Alves tiveram uma atuação muito sólida, nos cortes, chutes bloqueados, desarmes, assim como os laterais Reinaldo e Juanfran.

Foto: André Durão, GloboEsporte.com

O Flamengo teve volume de jogo e chances para marcar no dois tempos, e foi superior ao São Paulo. Porém não teve o ímpeto que demonstrou nos últimos jogos, com o melhor futebol jogado do Brasil. Faltou insipiração e qualidade para chegar aos gols e consequentemente à vitória. Por outro lado, enfrentou um adversário que se defendeu bem e dificultou que seu jogo fosse imposto, e que também teve chances para marcar.


Pelas circunstâncias, o resultado foi muito bom para o São Paulo, que vivia um momento ruim, com troca de treinador, e por enfrentar o melhor time do futebol brasileiro no momento. Além disso, o empate da mais tranquilidade para Diniz trabalhar durante a semana que será livre - algo raro até o final do campeonato - e implantar suas ideias e filosofia para o grupo de jogadores. Já para o Flamengo, o empate acaba sendo ruim porque o Palmeiras pode ficar apenas um ponto atrás, ao final da rodada, caso ganhe do Internacional.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud