Nas Mãos do Rival


São Paulo tropeça e tem liderança ameaçada (Foto: Getty Imagens)

Você acompanhou na De Prima o empate do São Paulo em 1 a 1 diante do América Mineiro, no Morumbi, pela 26ª rodada do Brasileirão.


O tricolor entrou em campo com um ponto de diferença do vice-líder Internacional, graças a vitória da Chapecoense sobre os gaúchos na última rodada. Mas desta vez, a sorte mudou de lado, já que o time cedeu o empate aos 35 minutos do segundo tempo e saiu vaiado por seus torcedores.


Com os desfalques de Éverton e Bruno Peres machucados, Rojas suspenso, Aguirre começou a partida com uma escalação inusitada. Rodrigo Caio, que não jogava desde sua lesão, em abril, contra o Ceará, iniciou como o terceiro zagueiro. Assim, esperava-se os mesmo esquema utilizado contra o Santos, mas o Rodrigo atual mais como um lateral direito. Lizieiro foi mais uma novidade, mas ao invés do meio-campo ou a lateral-esquerda, atual aperto, como ponta, a frente de Reinaldo.


De princípio, as mudanças não causaram muito efeito, já que o São Paulo tomou total iniciativa da partida, com a bola na maioria do tempo, propondo o jogo. Porém, faltava mais qualidade ao se aproximar da área e criar suas chances de gol.

Rodrigo Caio foi o principal responsável pelas chances mais perigosas, aproveitando bem as subidas ao ataque, junto com Diego Souza que arriscou até uma bicicleta. O camisa nova que nesta semana foi absolvido maiores punições devido a expulsão contra o Fluminense, e isso foi fundamental, já que o atacante abriu o placar na última bola do segundo tempo, de cabeça, em ótimo cruzamento de Nenê.


No segundo tempo, os são-paulinos seguiram com maior posse de bola, mas no final, aparentou cansaço. Sem Rafael Moura, Adilson Batista optou por atuar sem um centroavante, aumentando a recomposição da sua equipe. Aguirre optou pelas entradas de Trellez e Régis para segurar a bola no campo de ataque, mas pra isso, tirou Everton Felipe, talvez o jogador mais agressivo do ataque até o momento.


Os donos da casa perderam boa chance de ampliar o resultado, com um ótimo contra-ataque puxado por Diego Souza, onde Régis conseguiu o cruzamento atrás da zaga mineira, mas Reinaldo atrapalhou a finalização de Nenê.


Em poucos minutos depois, em uma rara boa jogada América, em excelente troca de passes, Carlinhos finalizou livre em cima de Sidão, que conseguiu espalmar para área, no rebote, Matheuzinho mandou pras redes, em vacilo do sistema defensivo tricolor.

Após o gol, o Coelho dominou a partida em cima do desespero são-paulino e por pouco não tomou a virada, Anderson Martins perdeu a dividida com Aderlan que cruzou para Wesley Pacheco, que não conseguiu finalizar.


Segundo o capitão Hudson, o time se viu muito desgastado ao propor o ritmo, intenso, do começo ao fim. o São Paulo ainda se mantém na liderança, mas depende do resultado do Internacional, que enfrenta seu arqui rival, Corinthians, em Itaquera e um empate, pode deixar o Colorado na ponta da tabela.