• Júlia Passafaro

NO DUELO DA POSSE DE BOLA, VENCEU A EFICIÊNCIA


Foto: Marcello Zambrana/AGIF


No duelo dos técnicos venceu quem teve menos posse de bola. Durante a partida o Fluminense manteve teu rendimento com 58%, mas que não se tornou produtiva.


Logo no Início da Partida a equipe da casa levou um susto, quando, Airton avançou em direção à área e tocou para Luciano, que finalizou com perigo. Bola saiu fraca e rasteira, passando ao lado de Vanderlei. A pressão que o Fluminense queria, não durou muito, Aguilar fez ótimo lançamento e viu Sánchez livre dentro da área. Uruguaio cabeceou e desperdiça uma ótima chance. O goleiro Rodolfo teve trabalho para defender as finalizações de Jorge, Soteldo e Gustavo Henrique.


O ritmo eletrizante que estava no começo da partida não se manteve até o final, Santos começou a adiantar sua marcação, e só de fato correu risco quando o goleiro Vanderlei saiu errado permitindo que Alan finalizasse, mas chutou fraco e sem direção.


Para a etapa final, Sampaoli resolveu colocar Victor Ferraz na tentativa de dar uma força ao seu ataque, mas o time não conseguia se impor. Everaldo de fora da área chutou com muita força, a bola passou ao lado do gol de Vanderlei, mas ainda assim não conseguiram abrir o placar.


O jogo mudou quando, Rodrygo aos 19 minutos cruzou forte da direita e Nino rebateu, na sobra, Sasha chutou de chapa, a bola bateu no travessão e entrou. E foi ai que a partida mudou, Santos começou a mostrar a sua força, acertou o travessão com Jean Lucas e com Pituca com um belo chute de fora da área e mais uma vez no rebote com Rodolfo, Sánchez completa para as redes de joelho, 2 a 0.


O Fluminense se perdeu em campo, mais nada funcionava e os espaços foram surgindo e Rodrygo e Jorge não souberam aproveitar. E foi assim que a equipe carioca conseguiu diminuir, aos 39 minutos do segundo tempo em uma jogada pela ponta com Everaldo que cruzou para Pedro se livrando da marcação, e conseguiu diminuir o placar na Vila, seu primeiro gol depois de se recuperar da cirurgia.


Os dois times voltam a jogar no domingo no Rei Pelé às 16h o Santos, enfrenta o CSA. O Fluminense viaja para Porto Alegre para encarar o Grêmio em sua Arena.