• Vinicius Rodrigues

NOITE PARA DEIXAR QUALQUER ‘PORCO ALEGRE’


Foto: César Greco


Antes do apito inicial estava desenhado para qualquer pessoa que aguardava este confronto entre Grêmio e Palmeiras, que os gaúchos iriam manter a sua postura ofensiva buscando trabalhar jogadas para criar suas oportunidades e o Verdão apostaria no contra-ataque.


Foi exatamente assim que a história do jogo foi escrita, o tricolor gaúcho tentava de alguma forma se impor na partida e trocava passes como de praxe, o Grêmio foi o que tem sido uma equipe que avança suas linhas e agride o seu adversário com um futebol que busca o gol o tempo todo.


Renato Gaúcho gostou do que viu contra o Athletico-PR e por isso foi a campo com a mesma equipe, se neste jogo, Matheus Henrique e Jean Pyerre tiveram espaços e jogaram bem. Na noite de ontem não tiveram o mesmo nível de atuação, até por conta disso os donos da casa não conseguia criar chances reais de gols.


Felipão copeiro como sempre, estudou a equipe gaúcha e montou seu time como gosta, retraído, dando a bola para o adversário e pronto para golpear. Dudu era o homem do desafogo, todas as jogadas ofensivas do Verdão passavam pelos pés do baixinho, que incomodou demais a zaga adversária.


Eu disse alguns dias atrás que o Palmeiras não gosta de ter a bola, e nem precisa dela para vencer uma partida. Isso foi comprovado ontem, na bola parada o Verdão conseguiu o seu gol, marcado por Gustavo Scarpa, que foi muito feliz no chute e deu a vantagem para o Alviverde.


Com o resultado em baixo do braço seria nítido que o Palmeiras iria se retrair ainda mais, e foi assim. Existem aquelas pessoas que dizem, “o melhor ataque, é a defesa”, talvez esta seja a melhor frase para definir os comandados de Felipão na noite de ontem.


Se a parte defensiva vinha sendo criticada pelas últimas partidas, na noite de ontem este sistema funcionou e Luan, Gustavo Gomes e cia, seguraram o forte ataque gremista para chegar com a vantagem do empate para o duelo de volta.

Marcos Rocha que foi o jogador que mais errou passes no jogo, no total foram 13, por outro lado, foi responsável pela forte marcação em cima do Cebolinha, e foi feliz, desarmou 10 vezes, um número muito elevado para um lateral. Diogo Barbosa que também é contestado no quesito defesa, ontem não cometeu erros e foi cirúrgico lá atrás muito seguro nas intervenções.


Vale lembrar que Bruno Henrique e Felipe Melo também tiveram papel fundamental para este suporte defensivo, fizeram um bloqueio na frente da zaga impedindo que os meio-campistas do Grêmio chegasse próximo a meta defendida pelo Weverton que foi pouco exigido no jogo de ontem. Melo que ainda foi expulso após receber o segundo cartão amarelo, na minha opinião injusto, mas o volante está fora do jogo de volta.


Fato é que agora o Palmeiras tem a vantagem no placar, o Verdão venceu porque a sua estratégia deu mais certo que a do Grêmio, os gaúchos não conseguiram manter seu nível de atuação e muito menos criar boas jogadas. Mas já está decidido ? Não, porém os gaúchos precisam inovar e ter alternativas para furar o bloqueio verde, por outro lado ninguém sabe qual será a postura do Palmeiras no jogo do Pacaembu, mas apenas se defender será um erro, mas deixa que o Felipão resolve esta questão.


Única certeza que eu tenho, é que será um grande jogo, com casa cheia, já que boa parte dos ingressos já foram vendidos, do lado de fora dois treinadores vencedores, que sabem muito bem, qual caminho precisa ser trilhado para chegar mais uma vez no topo da América.