• Vinicius Rodrigues

“O NEGÓCIO DO FELIPÃO É VESTIÁRIO”


Foto: César Greco


Luiz Felipe Scolari está na sua terceira passagem pelo Palmeiras, mas é um treinador que já rodou por diversos clubes inclusive seleções, como Portugal e a nossa e foi treinando a seleção canarinho que surgiu um tom maior que a seleção campeã da Copa do Mundo de 2002 era conhecida de “Família Scolari”.


Palmeiras que na década 90 conquistou muitos títulos e o principal deles foi a Libertadores da América com o copeiro Felipão, time que jogava de forma aguerrida, time que é lembrado até hoje e após 20 anos receberão homenagem no jogo desta noite às 20 horas contra o Avaí pelo Campeonato Brasileiro.


Duas pessoas que foram responsáveis pelo documentário da conquista alviverde deixam bem explicita a importância do treinador na conquista da América Luiz Fernando Santoro e Flávio Tirico, escolhido pra ser capitão na época César Sampaio relata que o ambiente criado pelo treinador ultrapassava as quatro linhas.


“A gestão do Felipão para o mata-mata era muito importante. Nos intervalos dos jogos, sempre fazíamos uma ação social, como visitar uma creche, asilo ou hospital. Havia também os churrascos internos, com o pessoal da faxina e serviços gerais. Assim, os que estavam ao redor sabiam que, se o time ganhasse, receberiam um dinheirinho”, contou.


O professor visitava quarto por quarto antes dos jogos, ou seja, resume muito bem o “paizão” que ele é para os atletas, perguntava um por um, se estava bem ou não, vai muito além do que as veem no campo. Flavio Tirico relata “O NEGÓCIO DO FELIPÃO É VESTIÁRIO”.


Neste ano a equipe de Scolari avançou para as oitavas de finais como melhor equipe da fase de grupos e começa a fase de mata-mata em busca do bicampeonato enfrentando o Godoy Cruz da Argentina no dia 23 de julho em Mendonça às 21h30, Palmeiras que vem disputando esta competição constantemente e chegará forte em busca do torneio continental.


Coincidência ou não, o que é visto no grupo de Felipão em 2019 é um time muito compacto, unido, Sábado todos deixaram bem claro o respeito que rola entre jogadores, comissão técnica e todos da parte do clube, após o término do jogo Scolari foi para o vestiário e fez questão de esperar todos jogadores passarem para dar um abraço e cumprimentar um por um, mostra o porque ele é tão querido e respeitado por todos, ele conseguiu o que nenhum outro treinado havia conseguido ter esse elenco recheado nas mãos.


Palmeiras que demonstra a cada partida que chegará forte em todas competições que tem para disputar em 2019, não sabemos ao certo qual será o fim, se de fato irão conseguir levantar títulos ou não, o que eu posso afirmar é que o professor já ganhou seu vestiário e os jogadores irão correr por ele e pela camisa do Palmeiras, pelo nacional, pela Copa do Brasil, como também pela América. De uma coisa sei, assim como Dracena disse eu afirmo, “Felipão é o cara certo para o Palmeiras”.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud