• Mathias Galdi

OPINIÃO: COMO LAPIDAR A JOIA?

Na última quinta-feira (28), o técnico Tite realizou a última convocação antes da Copa América, a qual será disputada em terras tupiniquins. Os amistosos a seguir são contra Panamá e República Tcheca, nos dias 23 e 26 de Março. A novidade da lista, não por ser algo inesperado, mas, sim, por ser a primeira vez de Vinícius Júnior figurar entre os 23.


O, eu diria, principal jogador do Real Madrid nas últimas rodadas, recebe a sua merecida chance de vestir a amarelinha. Porém, jogando na (teórica) posição de Neymar, na ponta-esquerda, o que Adenor tem de fazer para também não desanimar o ex-rubro-negro?

Vinícius tem um começo de carreira no Real Madrid superior ao de Messi, em 2003-04. (Foto: UOL)

Em um intervalo de quase dois anos, entre a estréia do garoto contra o Atlético MG e a convocação para a Seleção Brasileira, Vinícius parece não se assustar com o que vem pela frente. Foi vendido, segundo o Transfermarket, por 61,00 M €. Chegou ao Castilla comendo a bola, mas não parecia ter futuro na equipe principal. Somente com Santiago Solari que foi ganhar as suas primeiras chances. Não decepcionou. Desde que começou a desfilar em campos espanhóis, só foi melhorando.


Um assunto sempre apelativo é discutirmos sobre a pontaria do garoto. Sim, realmente precisa ter um chute mais preciso. Porém, para um ponta, o qual possui o drible como principal arma e, consequentemente, abrindo espaços para sua equipe, a verticalidade do garoto já rendeu 20 participações em gol nas 31 partidas em que jogou.


Não acredito que tenha melhor destino a Vinícius na Seleção do que chegar com tudo. Titular, na posição em que gosta de jogar e jogando seu futebol alegre. "Alegria nas pernas", vocês se lembraram. É algo muito maior que isso. No último El Clasico, por exemplo, o brasileiro não mandava carta para saber se era Piqué, Sergi, Lenglet, Semedo. Bastava uma entrelaçada de pernas para deslocar o seu marcador.


Jornais catalães se derretem por ele. O SPORT, por exemplo, cita que Sergi Roberto levou um baile do brasileiro. Mesmo com o placar adverso de 3 x 0, as melhores oportunidades da partida galáctica vieram dos pés do nosso pupilo. Seja ele chutando, onde caímos na pontaria novamente, ou em chances criadas, onde los blancos paravam em Ter Stegen, o qual parece estar vivendo a melhor fase da sua carreira (5:15, para quem estiver curioso).


Talvez, com a Seleção completa, Vinícius ainda seja reserva. Um talvez vago. Philippe Coutinho e Willian, que jogavam ao lado de Neymar na linha de três do 4-2-3-1 de Tite, não atravessam boa fase. Portanto, o que impede Adenor de jogar com Neymar no meio e com Vinícius na ponta esquerda e com mais um na direita? Mudanças, as quais eram necessárias na Copa e não vieram, com o próprio treinador lamentando não tê-las feito mais tarde.


Com a ausência de Neymar e, combinemos, contra nações extremamente fracas no cenário futebolístico, o extremo esquerdo tem tudo pra iniciar sua trajetória pela amarelinha com o pé direito, o mesmo que precisa melhorar. Podia ser o Barcelona novamente, como irá acontecer neste fim de semana, que o atleta não se intimidaria. Isso que impressiona na forma de jogar do, por enquanto, camisa 28.





© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud