• Leonardo Cruz

PÓS-JOGO CHAPECOENSE X CORINTHIANS


Foto: Chapecoense Divulgação

A Chapecoense venceu o Corinthians pelo placar de 1x0 com gol de Aylon, em partida válida pela quarta fase da Copa do Brasil. O jogo foi realizado na Arena Condá, localizada na cidade de Chapecó- SC.


Durante a primeira etapa, o Corinthians ameaçou muito pouco a Chape, com muitos titulares poupados, o time treinado por Fábio Carille demonstrou extrema dificuldade na parte ofensiva, limitando-se a se defender. Já os donos da casa, mesmo tendo um time tecnicamente fraco, teve o controle do jogo e tentava chegar ao gol de Wálter com chutes de fora da área e cruzamentos na área.


Aos 32 minutos, Everaldo cobrou falta com perigo, obrigando Wálter a fazer ótima defesa, no minuto seguinte, após cobrança de escanteio, Gustavo Campanharo acertou bom chute de fora da área e a bola sobrou para Aylon, livre chutar para o gol sem chance para o goleiro alvinegro. Com a vantagem, o time catarinense soube administrar bem o placar até o final do primeiro tempo.


No segundo tempo, a Chapecoense diminuiu o ritmo e o Corinthians se aproveitou para sair mais para o ataque, mas sem oferecer grande perigo aos donos da casa, as principais tentativas de jogadas ofensivas partiam sempre pelos pés do atacante Clayson que pouco conseguiu produzir. O lance mais perigoso criado pelo timão saiu aos 11 minutos, quando Sornoza chutou de fora da área, a bola desviou em Gum, obrigando Vágner fazer ótima defesa. Por outro lado, o Verdão chegou a acertar o travessão, logo aos 2 minutos com o jogador Gustavo Campanharo em um chute de fora da área.


Com o passar do tempo, a Chapecoense, com vantagem no placar recuou, mas o Corinthians, com muita dificuldade para criar qualquer jogada, não conseguiu se aproveitar para fazer o gol de empate.


No jogo de volta, que ocorrerá em São Paulo, dia 24/04, a Chapecoense só dependerá de um empate para se classificar, já o Corinthians precisa vencer por dois gols de diferença para avançar às oitavas de final. Vitória do Timão por um gol de diferença, leva a decisão para os pênaltis.