• Vinicius Rodrigues

PÓS-JOGO SÃO PAULO X TALLERES


Foto: Daniel Varley/AGIF


São Paulo e Talleres não saem do zero, e o tricolor está fora da Libertadores.

Em mais um jogo apático, o tricampeão da América não conseguiu furar a retranca dos argentinos. A equipe do Talleres entrou em campo com a consciência do que devia fazer, cozinhou o jogo, fez catimba, não sofreu riscos, e consegue um feito histórico, eliminando um franco favorito para conquista da competição continental.

Jardine colocou um time ofensivo em campo, mas na prática a equipe não se encontrava, os quatro homens de ataque não conseguiam a transição para levar perigo ao gol de Herrera. Pablo, e o Diego Souza, alternavam suas funções, entre um meia de articulação, outrora como homem de ofício. Mas não executavam nenhuma das duas coisas, e novamente o São Paulo fez um primeiro tempo muito abaixo, os argentinos foram melhores durante os 45 minutos iniciais.

Diego Souza foi o único que poderia tirar o zero do placar durante o primeiro tempo, recebeu um cruzamento que partiu do lado direito, mas tomou a decisão errada e cabeceou pra fora a chance mais clara do São Paulo.

Na volta do intervalo, os primeiros 10 minutos pareciam que o time da Fé teria uma postura melhor, fazendo valer o peso da camisa, a tradição, mas não foi isso que aconteceu. O nervosismo, a ansiedade, falaram mais alto, e tomaram conta dos jogadores são-paulinos que não criavam, não se movimentavam, e os argentinos deixaram o tempo passar para carimbar sua vaga à próxima fase.

Pela terceira vez consecutiva o São Paulo cai para uma equipe argentina em uma competição continental, e segue sua sina. A eliminação não é o pior, o torcedor do tricolor deve está com uma pulga atrás da orelha pelo futebol apresentado, nos últimos 6 jogos a equipe marcou em apenas 1 jogo, e vem demonstrando um futebol bem abaixo do que era esperado, até pela expectativa que foi criada após a chegada de alguns nomes, como o do Hernanes.

São Paulo, Corinthians e Chapecoense foram os únicos times que caíram na fase pré-eliminar da Libertadores da América.

Após o apito final o único barulho que foi ouvido, foram as vaias da torcida do São Paulo, além da grande festa que os 3 mil argentinos fizeram na arquibancada.

O ate então desconhecido Talleres foi superior nos dois jogos, e merecidamente avança para fase seguinte, os argentinos enfrentam o Palestino-Chi, quem passar deste confronto compõe o grupo A da competição, que já tem River Plate, Internacional e Alianza Lima.