• Vinicius Rodrigues

PÓS JOGO SÃO PAULO X VASCO



A 50° edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior, foi decidida hoje, após 255 jogos em apenas 23 dias de competição, nesta edição 338 gols foram marcados, teve uma média de 1,33 tentos por partida.


 São Paulo vence o Vasco nos pênaltis, após 2 a 2 no tempo normal e conquista a Copinha. O tricolor que agora tem 11 finais disputadas, ganhou 4 vezes a competição, e se iguala à Internacional e Flamengo, e tem na sua frente Fluminense com 5 conquistas, e o maior vencedor do torneio Corinthians com 10 troféus.


A base de cotia teve como destaque os atletas, Gabriel Novaes que foi o artilheiro desta edição com 10 gols, e Antony que ao lado do Nestor, foram os grandes garçons da equipe paulista.


Para os amantes do futebol que esperavam encontrar um jogo vistoso, com oportunidades, jogadas individuais, viu algo totalmente diferente. Os estudiosos gostaram, porque a partida apresentou um duelo muito tático, as duas equipes pressionavam a saída de bola, e o jogo era amarrado no meio de campo. 


O São Paulo mostrou uma supremacia na etapa inicial, e apesar de não levar perigo ao gol vascaíno, não dava espaços para rápida e forte molecada da colina. O time cruzmaltino chegou para essa final como a zaga menos vazada, e aos 38 minutos Gabriel Novaes com mais uma assistência  do Antony abriu o placar após aproveitar um espaço nas costas do zagueiro Ulisses. 


Na volta do intervalo logo aos 7 minutos o melhor jogador da partida Antony, ampliou o placar para o time de Cotia, o resultado obrigou o Vasco a pressionar o São Paulo, e não foi diferente. Em 7 minutos o time carioca criou 3 oportunidades clara, e desperdiçou todas. 


Com a forte chuva na região do Pacaembú, a bola parada poderia ser um ponto de desequilíbrio do jogo, e não foi diferente, aos 31 minutos com uma cobrança impecável Lucas Santos recolocou os vascaínos na partida. O São Paulo aceitava a pressão do time da colina, que chegou ao empate com artilheiro Thiago Reis, com um tempo de superioridade para cada lado a final não  poderia ser decidida de outra forma que não fosse a marca da cal. 


E nas cobranças de pênaltis surgiu a estrela do goleiro Thiago Couto que defendeu duas cobranças, e garantiu o título para o São Paulo. 


Vale lembrar que o troféu vem para coroar a consistência da base tricolor, que em 2018 também foi finalista da copinha, conquistou a copa do Brasil, Supercopa sub20, além de chegar na final da Copa RS, e, mesmo com jogadores convocados para seleção brasileira demonstrou a força do seu elenco, e ganhou mais um título para o tricolor. 


O São Paulo da o troco em cima do Vasco, que em 92 conquistou a copinha em cima do tricolor também nos pênaltis. Acompanhar a Copa São Paulo é olhar para o futuro do nosso futebol, e em 2019 grandes promessas apareceram, a esperança é que despontem, e possam preencher os espaços dos seus clubes. 

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud