Piqué anuncia aposentadoria da seleção espanhola


Piqué dá a Deus a seleção da Espanha (foto: Federação Espanhola de Futebol)

Em entrevista coletiva, antes da final da supercopa da Espanha, contra o Sevilla, o zagueiro Gerard Piqué confirmou que não atuará mais com a camisa da seleção espanhola.


“Foi uma etapa muito bonita com a seleção, mas agora quero focar no Barça”, disse o jogador.


O zagueiro já havia dito que após o mundial da Rússia, abriria mão da fúria, e a decisão foi mantida. Durante a entrevista, foi perguntado se a contratação de Luís Henrique como novo treinador da Espanha não mudaria sua escolha.


“Conversei com Luís Enrique na última semana, ele me chamou e eu lhe disse que a minha decisão foi muito bem pensada. Foi uma etapa muito bonita, com uma Eurocopa e um Mundial, mas é uma etapa que terminou”, respondeu o Piqué.


A relação com a torcida espanhola, principalmente os naturais da capital, Madrid, ficou conturbada, depois do atleta ter se posicionado a favor da independência catalã, sendo até vaiado em algumas partidas no país. Ação essa que também foi motivo de desentendimento com seu companheiro de zaga, Sergio Ramos. Desde então já se davam indícios de sua saída.


Com sua estreia na seleção principal em março de 2009, mais de 100 jogos, conquistou a Copa do Mundo de 2010 e a Eurocopa de 2012 pela seleção espanhola.