Reinaldo: de objeto de gozação a ícone do time



Foto: Divulgação/saopaulofc.net (Rubens Chiri)

Na manhã do último domingo, dia 26, o maior destaque o São Paulo no jogo diante do Ceará foi o lateral direito Bruno Peres, que marcou o gol da vitória. Porém, a jogada perfeita para o tento saiu dos pés do outro lateral, Reinaldo, que pela esquerda, avançou, driblou e serviu Diego Souza, dando prosseguimento no lance.

Não é de hoje que o "Kingnaldo" (como foi apelidado pela torcida) vive a sua melhor fase no clube hexacampeão brasileiro. Quando chegou, em 2014, ninguém o conhecia muito, só o que se sabia é que veio do Sport fazendo uma boa temporada pelo rubro-negro. Mas ao longo das duas temporadas no time, o lateral esquerdo passou uma impressão negativa para a torcida, tendo atuações de regulares para ruins. Não agredia o adversário nem marcava como o esperado. Ele chegou a virar piada nas redes sociais, sendo objeto de criação de diversos memes ao longo de sua passagem.

Sendo assim, em 2016, foi emprestado para a Ponte Preta, ficando por um ano e sendo um dos melhores atletas do time (Reinaldo, inclusive, marcou um gol diante do ex-clube na época, pelo Paulistão).

Mesmo com boas aparições em campo com o time alvinegro, o jogador ainda não teve oportunidade e retornar ao Morumbi, sendo novamente emprestado, desta vez a Chapecoense (recém vítima do acidente aéreo que vitimou centenas de profissionais do esporte) para a temporada de 2017. Na Chape, a história foi ainda melhor. Guiou o alviverde para as belas vitórias conquistadas na Libertadores, Campeonato Catarinense e Brasileirão Série A, e mesmo não ganhando títulos de expressão e caindo precocemente da Liberta, o "Kingnaldo" mostrou seu valor, sendo uma das principais peças da equipe de chapecó - que, vale ressaltar, se reergueu em meio a tragédia de forma exemplar, com poucos recursos.

Em 2018, enfim, veio a grande chance de retorno ao tricolor, mesmo com a ainda desconfiança da torcida. Mas é claro que ele estava bem mais confiante e sabia que poderia dar a volta por cima (e deu!). Hoje, há 4 meses para o final da temporada, não dá para afirmar que o defensor já é ídolo, é precoce tal afirmação. Mas não resta dúvidas de que ele está nos "braços da galera" são paulina, por sua raça e dedicação, além de belas atuações como na partida contra o próprio Ceará no final de semana, e, como não poderia ficar de fora, o majestoso válido pelo primeiro turno do Brasileirão, quando o São Paulo venceu o maior rival por 3 a 1 com dois gols de "Kingnaldo".


O Rei fora de campo

Além de estar voando dentro das quatro linhas, Reinaldo é uma verdadeira figura fora dos gramados. Ele grita, diverte os companheiros, irrita e contagia o elenco com seu carisma e alegria. Em vídeos de bastidores divulgados pela TV São Paulo, o lateral sempre está interagindo com o grupo de jogadores e comissão técnica, até nos pós-jogos, sem esquecer o profissionalismo, obviamente.