• robson teixeira

RELEMBRE O DUELO DA COPA DE 98 ENTRE ARGENTINA E INGLATERRA


Michael Owen durante seu gol contra a Argentina. Crédito: Reprodução/Youtube

O assunto de hoje é o duelo das oitavas de final da Copa de 1998 entre Argentina e Inglaterra. O jogo aconteceu no dia 30 de junho de 1998, no estádio de Saint-Etiénne, na França e o público era de mais de 30 mil pessoas.


O time argentino era treinado por Daniel Passarella e tinha nomes como Carlos Roa, Zanetti, Verón, Simeone e Batistuta. Por sua vez, o time inglês era estrelado por nomes como Seaman, Gary Neville, Beckham, Paul Scholes e Michael Owen. O treinador britânico era Glenn Hoddle.


A Inglaterra ficou em segundo lugar do grupo G, vencendo Colômbia e Tunísia por 2 a 0 e perdendo para a Romênia por 2 a 1. Os argentinos, por sua vez, foram líderes de seu grupo ao vencerem Japão e Croácia por 1 a 0 e golearem a Jamaica por 5 a 0.


Quando a bola rolou, a Argentina mostrou sua força. Aos cinco minutos, o volante Simeone entrou na área como elemento surpresa e foi derrubado pelo goleiro britânico Seaman: pênalti. Batistuta bateu no canto esquerdo e Seaman não conseguiu pegar: 1 a 0.


A Inglaterra conseguiu o empate quatro minutos depois. O jovem atacante Michael Owen, de 18 anos, recebeu passe de Paul Scholes na esquerda, correu para a grande área e se jogou após o zagueiro argentino Ayala encostar nele: pênalti. Os argentinos partiram pra cima do juiz para reclamar da penalidade mal marcada. O centroavante Shearer foi para cobrança e bateu no ângulo direito: 1 a 1.


Os ingleses partiram para o ataque enquanto a Argentina valorizava a posse de bola. Aos 16 minutos, um lance de genialidade: o meia inglês Paul Ince roubou a bola e passou para Beckham. O astro inglês lançou para Michael Owen. O jovem atacante arrancou, passou por dois argentinos, ajeitou para a perna direita e chutou forte, sem chances para o goleiro Roa: 2 a 1. Os britânicos estavam em festa!


Logo em seguida, a Inglaterra quase marcou o terceiro, mas o chute de Scholes passou perto da trave argentina. Os hermanos tentavam encontrar espaços para atacar, mas a dupla de zaga da Inglaterra trabalhava muito bem. Tudo mudou aos 46 minutos, quando o atacante argentino Cláudio Lopez foi derrubado perto da meia lua. Na cobrança, Batistuta passou por cima da bola e Verón tocou para Javier Zanetti dentro da área. O lateral argentino chutou de esquerda e empatou o jogo: 2 a 2. Esse golaço fechou o placar do jogo.


No segundo tempo, tudo o que a Argentina fez foi catimbar o jogo e irritar os rivais. Logo no primeiro minuto, Simeone fez falta por trás e provocou Beckham. Deitado no chão, o astro inglês revidou com um leve chute na coxa do volante argentino. O juiz não perdoou e expulsou o galã inglês.


Depois da expulsão, Owen passou a atuar no meio-campo junto com Scholes. A Argentina, mesmo com um homem a mais, não conseguiu jogar e os ingleses mantiveram o domínio da partida. No final do jogo, o zagueiro Campbell cabeceou e fez o terceiro gol da Inglaterra, porém, o lance foi mal anulado pelo juiz. A partida foi para a prorrogação, porém, o cansaço não deixou nada demais acontecer no tempo extra. O duelo foi para os pênaltis.


Ao final das quatro primeiras cobranças, o duelo estava 3 a 3, com Hernán Crespo falhando para a Argentina e Paul Ince errando seu pênalti do lado inglês. O zagueiro Ayala bateu o quinto pênalti argentino e fez o gol. O volante Batty bateu o último pênalti inglês e viu o goleiro Roa defender. A Argentina estava classificada para as quartas de final. Os torcedores ingleses, porém, gostaram da entrega que sua seleção demonstrou em campo.


Reveja o golaço marcado por Michael Owen durante as oitavas da Copa de 1998: