• Leonardo Cruz

RESSURGINDO NA TERRA DOS VIKINGS

Atualizado: 4 de Jun de 2019



A Edição do UFC Estocolmo realizada no último sábado, 01/06, proporcionou grandes emoções em todas as doze lutas do evento ao povo sueco presente na "Ericsson Globe Arena". O grande destaque foi o combate entre Alexander Gustafsson e o estadunidense Anthony Smith, em luta válida pela categoria peso meio-pesado.


No card preliminar, das sete ótimas lutas que agitaram a torcida escandinava, apenas três foram decididas por decisão dos árbitros. O brasileiro Léo Santos, que não lutava desde o UFC 204, realizado há mais de 2 anos, quando venceu Adriano Martins, atropelou o escocês Stevie Ray com um knockout avassalador ainda no primeiro round.



Foto: Getty Images

O combate foi válido pela categoria peso-leve, Léo, que não é derrotado há mais de dez anos, partiu para cima do adversário, conectando bons golpes, o brasileiro não permitia a aproximação do oponente, dificultando todas as ações do escocês. A luta foi decidida, após Ray tentar acertar o brasileiro com um direto, mas sem sucesso, Santos se aproveitou e respondeu com um potente cruzado de direita, derrubando o escocês imediatamente, que já caiu desacordado.


Com a vitória, Léo Santos alcançou a décima sétima vitória na carreira profissional, a quinta consecutiva. Já o escocês Stevie Ray, agora tem três derrotas nas últimas quatro lutas disputadas.



Foto: UFC Divulgação

Em outro combate, a brasileira Duda Cawboyzinha fez sua estreia no Ultimate e foi derrotada pela sueca Bea Malecki no segundo round. A luta que foi válida pela categoria peso-galo começou bem movimentada, as duas lutadoras tentavam conectar alguns golpes, mas sem muita contundência. Nos minutos finais do round inicial, a brasileira mudou a estratégia, tentando levar a adversária para o chão buscando a finalização, mas a sueca soube se defender com muita competência.


No segundo round, o combate ficou mais aberto, as duas lutadoras trocaram diversos golpes, Malecki acabou levando ligeira vantagem. Com dificuldades na luta em pé, a brasileira levou o combate novamente para o chão, e acabou permitindo que a adversária dominasse suas costas. Com isso, a sueca teve tranquilidade para encaixar um mata-leão, obrigando Cawboyzinha a bater em desistência.


Com essa derrota, a brasileira Duda Cawboyzinha sofreu seu primeiro revés na carreira profissional. Já a sueca Bea Malecki, que também fez sua estreia no UFC, segue invicta com 3 vitórias no seu cartel.



Foto: UFC Divulgação

Nas disputas dos card principal, o austríaco Aleksandar Rakit atropelou Jimi Manuwa em apenas 42 segundos de luta. A disputa que foi válida pela categoria meio-pesado, começou com o inglês tentando partir para o ataque, mas sem provocar maior perigo a Rakit, que logo conseguiu acertar um violento chute com a perna esquerda no queixo de Manuwa que já caiu inconsciente.


Esta foi a décima segunda vitória de Aleksandar Rakit na carreira profissional, o austríaco aliás, não é derrotado no MMA, desde sua estreia que aconteceu em 2011. Já o inglês Jimi Manuwa, sofreu sua quarta derrota consecutiva no UFC e se complica cada vez mais na organização.


Foto: UFC Divulgação


Alexander Gustafsson e Anthony Smith subiram ao octógono pressionados, pois os dois lutadores vinham de derrota para Jon Jones, campeão da categoria peso meio-pesado. O duelo começou muito equilibrado, Smith tentava aplicar golpes enquanto o sueco se movimentava bastante, dificultando as ações do adversário. Nos minutos finais do round inicial, o estadunidense conseguiu desferir bons socos, que incomodaram muito Gustafsson.


Nos dois rounds seguintes, a luta ficou mais aberta, Gustafsson, mais agressivo, tentava acertar o estadunidense com chutes, mas deixava espaços para os contra-golpes potentes de Smith que se aproveitava e castigava o sueco. No últimos segundo do terceiro round, Gustafsson acertou um jab no estadunidense e por muito pouco não conseguiu o knockout.


Na volta para o quarto round, os dois lutadores demonstravam certo cansaço, ainda assim, Smith continuava levando perigo na trocação. Percebendo a desvantagem, Alexander Gustafsson tentou levar a luta para o chão, mas permitiu que o estadunidense dominasse suas costas, e na sequência, aplicar um mata-leão até o sueco ficar desacordado no octógono.


Com a vitória, Anthony Smith se recupera da última derrota e o conquista sua trigésima segunda vitória na carreira, a oitava no UFC. Já Alexander Gustafsson, um dos principais nomes do esporte sueco na atualidade, sofreu sua sexta e última derrota como profissional já que ao final do combate, anunciou sua aposentadoria do MMA.


Demais resultados do UFC Estocolmo:


Card Principal:

Makwan Amirkjani venceu Chris Fishgold pro finalização no 2º round;

Christos Giagos venceu Damir Hadzovic por decisão unânime;

Daniel Teymur venceu Sung Bin Jo por decisão unânime.


Card Preliminar:

Sergey Khandozhko venceu Rostem Akman por decisão unânime;

Lina Lansberg venceu Tonya Evinger por decisão unânime;

Frank Camacho venceu Nick Hein por knockout no 2º round;

Devin Clark venceu Darko Stosic por decisão unânime;

Joel Alvarez venceu Danilo Belluardo por knockout no 2º round.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud