• Guilherme Amendola

SÃO PAULO DECEPCIONA MAIS UMA VEZ E VÊ O TÍTULO DISTANTE

Atualizado: 18 de Set de 2019

O São Paulo foi a campo com a missão de terminar o primeiro turno do Campeonato Brasileiro com uma vitória em cima do CSA, para retomar a confiança depois de três tropeços e tentar uma arrancada no segundo turno em direção à briga pelo título. Mas a expectativa dos 29 mil torcedores no Morumbi não foi cumprida, e mais uma vez o tricolor decepciona e deixa pontos pelo caminho.

Foto: Marcos Ribolli

O técnico Cuca contou com a volta de quatro lesionados e buscou escalar uma equipe ofensiva, Daniel Alves foi para a lateral, Bruno Alves voltou a ser titular, Hernanes entrou no meio tendo o suporte de Liziero e Tchê Tchê, e Pablo retornou no comando de ataque ao lado de Éverton e Antony. Já o time de Argel Fucks entrou com a sua tradicional proposta de se fechar no campo de defesa com duas linhas de quatro e jogar por uma bola.


Como esperado, a equipe da casa teve muito mais posse de bola e tomava a iniciativa do jogo, enquanto o visitante apenas esperava e sequer buscava ir ao ataque. O problema é que o São Paulo pouco infiltrava na área do adversário e repetia os mesmos problemas de ataque do primeiro turno todo, onde insistia muito nas jogadas pelo meio e pouco pelo lado, o que facilitava a marcação do CSA que apenas aglomerava jogadores na faixa central do campo e conseguia tirar as bolas que vinham pelo alto.


O primeiro tempo se encerrou com poucas oportunidades por parte da equipe paulista, que até teve um volume ofensivo nos minutos finais, porém a maior parte dele em jogadas provenientes de bola parada. No segundo tempo, Pato voltou no lugar de Éverton mas o São Paulo continuou pouco produtivo e sem inspiração na parte ofensiva.

Foto: Marcos Ribolli Globoesporte.com

Até que o CSA abriu o placar aos 10 minutos com Bustamante, na falha do sistema defensivo que permitiu o adversário entrar na área com certa facilidade, e no erro de Reinaldo que tinha o dever de acompanhar o extremo direito e o deixou livre para completar para as redes. O gol dificultou mais ainda a partida para o São Paulo, pois deixou seus jogadores mais ansiosos, tentando apressar as jogadas para buscar o resultado. E foi numa bola parada aos 42, que saiu o gol de empate de Reinaldo, mas não foi o suficiente para o time buscar a vitória.


Além da atuação coletiva ruim, que não permitiu grandes oportunidades, o tricolor do Morumbi contou com péssimas atuações individuais de praticamente todos em campo, especialmente Éverton, Antony, Pato, Pablo, Liziero. Hernanes foi o jogador que mais produziu em termos ofensivos, em chutes de fora da área e passes decisivos. Para o que se propôs, o CSA fez uma boa partida, conseguindo dificultar os ataques do São Paulo, e aproveitando a única chance que teve, e no fim saiu com um bom resultado.


Já o São Paulo depois de mais um tropeço pode começar a pensar em outra coisa que não seja o título do Brasileirão, não só pela distância do líder mas também pelo futebol pobre apresentado. A torcida vê mais uma vez suas expectativas serem quebradas e se encaminha para mais um ano sem títulos. Ainda resta toda a segunda metade da competição, mas para tirar a diferença do Flamengo, o tricolor terá que fazer um segundo turno impecável e ainda torcer para que aconteçam tropeços da equipe rubro-negra, que vive grande fase. O torcedor que está cansado de esperar pela volta das glórias do seu clube, terá que esperar mais ainda.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud