• Guilherme Amendola

SÃO PAULO JOGA BEM, E VOLTA A VENCER NO MORUMBI

Depois de dois tropeços dentro de casa, em que o tricolor foi prejudicado pela arbitragem, o São Paulo venceu a Ponte Preta na tarde deste domingo, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. O desempenho se manteve em relação aos últimos jogos, onde a equipe jogou bem, apesar de não ter conseguido vencer em todos eles.

Foto: Marcos Ribolli

O técnico Fernando Diniz fez apenas duas trocas no time titular, colocando Igor Vinícius e Pablo nos lugares de Juanfran e Antony que se lesionaram durante a semana. Enquanto João Brigatti não pode contar com Apodi, suspenso. O jogo começou com a tônica que todos esperavam, o time da casa com mais posse de bola e mais presente no campo de ataque, e o visitante esperando para sair nos contra-ataques.


O tricolor conseguiu ter uma boa circulação de bola e logo aos 9 minutos abriu o placar com Pato, depois de uma boa jogada trabalhada e da assistência do Pablo. A equipe continuou com volume, pressioando o adversário e criando chances até o final do primeiro tempo. Pablo e Vitor Bueno perderam duas chances claras, até que Reinaldo apareceu na área, recebeu lindo passe de calcanhar de Vitor Bueno e mandou uma bomba para o fundo da rede, ampliando placar em 2 a 0, para finalizar um excelente primeiro tempo.


No segundo tempo, o São Paulo manteve o ímpeto por cerca de 15 minutos, mas não fez o gol para ampliar o placar. Até que, o lateral esquerdo Yuri recebe o segundo amarelo e é expulso de campo. Com isso, a torcida esperava que o time mantivesse a pressão e buscasse o terceiro gol, porém o que se viu foi um relaxamento por parte dos jogadores, o que resultou no gol de Dawhan, para diminuir para a Ponte. Mas não passou disso e o tricolor controlou a reta final da partida, e saiu com os três pontos.


O placar não ilustra o que foi a partida, que merecia ser mais elástico pelo que o São Paulo impôs, fez um ótimo jogo, onde todos os jogadores foram bem, com exceção aos 15 minutos em que se acomodou no resultado e pelo fato de ter um homem a mais. Desta vez a equipe não sofreu na recomposição defensiva e conseguiu puxar alguns bons contra-ataques, dois aspectos que o time do Diniz vinha devendo. O técnico vem fazendo um bom trabalho, conseguindo manter a regularidade da equipe, que se mostra num bom estágio para disputar a Libertadores que já começa na próxima quinta-feira, diante do Binacional do Peru.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud