• Guilherme Amendola

SÃO PAULO VOLTA A VENCER E ENTRA NO G4 DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Depois de ficar quatro jogos sem vencer, o São Paulo inicia o segundo turno com pé direito e volta a ter uma vitória no Campeonato Brasileiro, diante do Botafogo na manhã deste sábado no Nilton Santos, se consolidando como melhor visitante da competição com cinco vitórias em dez jogos fora de casa. Já o Botafogo decepcionou os 18 mil torcedores presentes, perde a quarta dentro de casa e se distancia da zona de Libertadores.

Foto: Bruna Prado

O São Paulo entrou com uma escalação diferente em relação aos últimos jogos. Luan voltou à equipe titular, Daniel Alves foi para segundo volante, Hernanes foi mantido como meia, Tchê Tchê fez o lado direito, Toró ganhou oportunidade como titular na esquerda e Pablo foi o centroavante. Já o Botafogo, que tinha três desfalques importantes para a partida (Diego Souza, Joel Carli e Alex Santana), foi a campo com Cícero, Bochecha e João Paulo no meio de campo; Marcinho, Victor Rangel e Luiz Fernando no ataque.


O primeiro tempo foi bastante equilibrado e brigado, com muita marcação, mas poucas jogadas trabalhadas e chances claras dos dois lados. O Botafogo teve a primeira grande oportunidade do jogo, perdida por Bochecha e defendida por Tiago Volpi. Aos 36, São Paulo abriu o placar com Hernanes numa bonita jogada e depois disso ainda teve uma bola na trave na cabeçada de Pablo em cobrança de escanteio. Até que no final da primeira etapa, João Paulo empata o jogo em jogada individual. Resultado que ficou justo para o intervalo.


Já o segundo tempo foi de domínio e controle do time do São Paulo, que não chegou a fazer um grande jogo, mas foi o time que teve mais volume ofensivo e esteve mais em busca do gol, além de não sofrer ataques do Botafogo, que teve uma atuação bem ruim na etapa complementar. Com a entrada de Antony e Everton nos lugares de Hernanes e Toró, Tchê Tchê voltou a sua posição de origem, Dani Alves assumiu a função de camisa 10 e o tricolor voltou a ter um ponta do lado direito. Trocas ofensivas por parte do Cuca que contribuíram para que a equipe se mantivesse no ataque buscando a vitória.


As substituições que Barroca tentou, não melhoraram em nada a produção ofensiva do Botafogo e tampouco foram suficientes para segurar o empate. Nos acréscimos Pablo fez o gol que deu a vitória ao São Paulo, após a cabeçada de Arboleda que além dessa assistência, teve uma grande atuação no sistema defensivo. Reinaldo, que vive boa fase, foi outro grande destaque da partida, enquanto João Paulo foi o jogador mais produtivo no lado alvinegro.


O Botafogo mais uma vez teve uma atuação fraca, principalmente no segundo tempo. O time segue repetindo o mesmo problema coletivo, que é a falta de profundidade e infiltração na área adversária e por consequência poucas chances de gol, apesar de conseguir manter a posse de bola. Pela posição na tabela e pelo mau futebol apresentado, a equipe botafoguense passa a ter que se preocupar mais em ficar distante do Z4, do que sonhar com uma vaga na Libertadores do ano que vem.


Já o tricolor do Morumbi que não vinha jogando bem e nem conseguindo os resultados, tem que comemorar mais uma importante vitória fora de casa que o coloca provisoriamente no G4. A boa campanha como visitante, de certa forma compensa os muitos pontos perdidos em casa, e coloca o São Paulo na briga por uma vaga direta da Libertadores. Porém em relação ao desempenho coletivo e individual há muita margem de melhora, para que a equipe atinja um patamar em que obtenha resultados com mais segurança.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud