Salah busca recuperação para fazer história


Foto: Reprodução

A grande surpresa da convocação do Egito para a Copa do Mundo ficou por conta da inclusão do nome de Mohamed Salah. O atacante se recupera de uma lesão no ombro esquerdo, em tratamento intensivo, mas tem chances de disputar os jogos ainda da primeira fase pela seleção do continente africano.


Caso consiga tal feito, o camisa 10 dos Faraós terá a chance de conduzir sua equipe a uma classificação inédita para a segunda fase do Mundial e entrar, de vez, para a história do futebol.


Salah: o africano que conquistou a Europa

O atacante de apenas 25 anos começou a chamar a atenção da mídia inglesa e, pouco depois, também o resto Europa com sua temporada incrível pelo Liverpool. Foram 32 gols marcados na Premier League, além de 11 gols na UEFA Champions League, mesmo com todas as dificuldades que a competição continental, principalmente pelo desnível diante de equipes galáticas como o Real Madrid, adversário dos Reds na final do torneio. Vale lembrar que, quando veio da Roma (temporada 2016/17), sua fase não era das melhores; logo foi uma relação recíproca, o Liverpool, com o técnico Jürgen Klopp, recuperou Salah e o craque elevou o time inglês ao auge na temporada.


Salah só não protagonizou a final da Champions porque um lance faltoso – e desleal de Sérgio Ramos - o tirou da partida decisiva ainda no início da primeira etapa. A entrada dura do zagueiro merengue deixou a entender que a intenção era minar a principal arma do Liverpool na busca pelo título. No entanto, com uma motivação em mente, Salah tem se esforçado muito para que sua recuperação ocorra o mais rápido possível. Em entrevista ao site norte-americano Bleacher Report, ele declarou estar fazendo o seu melhor “para poder estar pronto desde o início [da Copa]”.


Se tudo der certo, Salah merece mais do que nunca brilhar na Rússia, e por um país que nunca teve a chance de disputar uma segunda fase, mas que, em contrapartida, mantém uma hegemonia invejável em seu continente; já são 7 taças da Copa das Nações Africanas.


A Copa do Mundo para os egípcios se inicia na próxima sexta, 15 de junho, diante do Uruguai, às 9h.