• Mathias Galdi

SB COM IDOLATRIA ENTRE ADVERSÁRIOS

Domingo teremos o confronto entre New England Patriots e Los Angeles Rams, onde teremos, basicamente, um confronto de gerações. Além de Bill Belichik, quem possui mais tempo de liga do que Sean McVay tem de idade, Tom Brady estava na lista de desejos de um de seus principais adversários deste domingo.


Quando chegou na liga, em 2016, Jared Goff deu diversas entrevistas, para aproximar os torcedores e para todos conhecerem o atleta. Dentre elas, a 2016 Rookie Premiere captou uma das melhores falas do QB, onde o mesmo cita que sempre quis enfrentar Tom Brady.


Goff, em 2016, quando adentrou a liga. O camisa 16 estava destinado a enfrentar a lenda.

Milhões de pessoas cresceram assistindo Brady vencer títulos. Goff não foi diferente. Em 2002, quando o Patriots venceu o primeiro Super Bowl em cima dos Rams. Na época, Goff tinha apenas sete anos, e Brady já havia conquistado seu primeiro anel.


Além da grande diferença de idade, a discrepância entre os atletas chega a assustar. Se considerarmos apenas os playoffs, o camisa 12 tem mais vitórias, jardas passadas e touchdowns do que Goff tem em toda carreira. São quase 18 anos de diferença de idade. Sabendo da idolatria que vinha desde pequeno, a ESPN Americana promoveu o tradicional encontro entre os dois quarterbacks e, obviamente, Brady foi questionado.


Brady x Goff: o semblante do duelo de gerações que encontraremos neste domingo.

Exatos 17 anos depois, os dois se enfrentarão em Atlanta, no Mercedes-Benz Stadium, casa dos Falcons e do Atlanta United, da Major League Soccer. Neste palco, também teremos o duelo entre Bill Belichik e Sean McVay, quem trocaram mensagens de texto durante toda a temporada regular, segundo o técnico dos Rams.


“Nesta temporada ele basicamente me mandou mensagens após cada um dos nossos jogos. Depois de vencermos Minnesota em setembro, ele me mandou ‘Cara, vocês são realmente explosivos, impressionantes e divertidos de se ver. Parabéns, sigam assim’. Para ele [Belichik] até achar um tempo de dizer parabéns, é muito legal."


Mesmo achando o desempenho dos Rams muito bom, será que estava nos planos de Belichik enfrenta-los no Super Bowl?

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud