• filipeq09

Será que agora vai?

No dia 23 de dezembro, o São Paulo anunciou a contratação do goleiro Tiago Volpi. O defensor assinou contrato de empréstimo de um ano, com possibilidade de compra após o vencimento, no fim de 2019.


O novo reforço vem do México, mais especificamente do Querétaro, no qual brilhou, sendo não só um jogador regular, mas capitão, destaque e até ídolo do clube.


Segundo o arqueiro são paulino, a vinda ao clube paulista é a realização de um sonho. "O São Paulo é mundialmente reconhecido pela sua grandeza", disse. Realmente, muitos jogadores de futebol sonham em jogar no São Paulo; da mesma maneira, ter jogadores de peso é um sonho da torcida tricolor, acostumada a títulos (e de expressão, como a Libertadores, a ser disputada no próximo ano).


Há praticamente três anos sem goleiro (após a saída de Rogério Ceni no final de 2015), o clube busca por um atleta que assuma a meta com firmeza e sem grandes questionamentos. Desde 2016 já passaram pelo São Paulo vários goleiros. O primeiro foi Denis, até então homem de confiança do próprio Mito para dar prosseguimento aos trabalhos. Mas ele decepcionou, não dando conta do recado e sendo negociado na próxima temporada.


Em 2017, quando Ceni assumiu o comando do vestiário pela primeira vez em sua carreira, Sidão foi a contratação da vez. Novamente a expectativa era enorme, pois o próprio camisa 01 indicou a contratação. Rogério caiu ao meio da temporada, Sidão ficou e permaneceu firme na posição de titular até o fim da temporada 2018, com Diego Aguirre como treinador, mas foi negociado com o Goiás recentemente. As falhas pontuais, aliados a desconfiança e protestos da torcida colaboraram com a saída do contestado arqueiro.


Com menor número de jogos, mas com algumas oportunidades, Renan Ribeiro e Jean também não engrenaram, nunca chegando à titularidade absoluta. Apesar de serem bons e promissores goleiros, a falta de ritmo de jogo e algumas falhas fizeram os treinadores da época não perdoarem, tornando-os opções no banco de reservas.


Tiago Volpi deve chegar para assumir a titularidade, resta saber quanto tempo ela irá durar e se ele passará segurança a equipe e a torcida. Mais do que nunca, o tricolor precisa de uma defesa forte, e como diz o ditado: "todo grande time começa por um grande goleiro".