• Leonardo Cruz

SHEVCHENKO MANTÉM CINTURÃO, MAS NÃO EMPOLGA TORCIDA URUGUAIA


Foto: UFC Divulgação

A primeira edição do UFC realizada na cidade de Montevidéu gerou grande expectativa na população uruguaia, ainda mais tendo como disputa principal, a luta entre a campeã Valentina Shevchenko e Liz Carmouche, válida pela categoria peso-mosca.


Nos sete combates do card preliminar, destaque para a vitória da peso-mosca Veronica Macedo que finalizou a brasileira Polyana Viana ainda no primeiro round.


Logo nos primeiros movimentos do combate, Polyana se mostrou bem mais agressiva, aplicando diversos golpes, colocando a venezuelana em situação delicada na luta. Após um chute mal colocado de Veronica, a brasileira levou a disputa para o solo, mas com excelente movimentação, a adversária conseguiu encaixar uma chave de braço, obrigando a paraense a bater em desistência.


Com este triunfo, a venezuelana Veronica Macedo se recupera de três derrotas seguidas e agora soma seis vitórias em seu cartel. Já a brasileira Polyana Viana que vive momentos de instabilidade no Ultimate, perdeu pela terceira vez consecutiva no UFC.



Foto: Getty Images


Em combate entre brasileiros, válido pela categoria peso-mosca, Rogério Bontorin venceu o amapaense Raulian Paiva por knockout ainda no primeiro round, após o paranaense acertar uma joelhada no adversário, provocando um profundo corte em seu rosto.


A luta começou bem disputada, com os dois oponentes partindo para uma trocação franca, levando o público presente na “Antel Arena” ao delírio, mas após Bontorin acertar uma brutal joelhada em Raulian Paiva, o árbitro interrompeu a luta para que o amapaense recebesse atendimento da equipe médica.


Devido ao profundo corte provocado pelo golpe, o árbitro decidiu encerrar a luta, dando a vitória por knockout técnico para Rogério Bontorin que agora som quatro vitórias consecutivas na carreira e dezesseis no total, já Raulian Paiva perdeu pela segunda vez e ainda não conseguiu venceu no UFC.



Foto: Getty Images

Na luta co-evento principal do UFC Montevidéu, o brasileiro Vicente Luque venceu o estadunidense Mike Perry por decisão dividida, em um dos combates mais empolgantes da noite. A luta foi válida pela categoria peso meio-médio.


Surpreendentemente, o brasileiro, que é especialista na luta agarrada, não tentou levar o combate para o solo e, aceitou o desafio de encarar Perry na trocação. O primeiro round foi muito equilibrado, os dois oponentes tentaram aplicar diversas combinações de golpes, com ligeira vantagem para o estadunidense que tinha maior volume e controle do centro do octógono.


No segundo round, Luque tentou imprimir um ritmo mais acelerado, conectando mais golpes no rival que tentava acalmar o combate buscando o clinche e assim, tentando evitar que o brasileiro ficasse com o controle da luta. Antes do final do assalto, o estadunidense ainda conseguiu encaixar um bom jab em Luque que absorveu bem o golpe.


Na volta para o round decisivo, Luque voltou ainda mais agressivo, combinando chutes e socos, deixando Perry totalmente desconfortável no combate. O estadunidense tentou levar o combate para o chão, mas o brasileiro se defendeu bem. Nos minutos finais da luta, Vicente Luque acertou uma dura joelhada no rival, provocando uma grave fratura em seu nariz.


Ao final do combate, o equilíbrio foi tamanho que a vitória de Vicente Luque foi por decisão dividida dos árbitros. Com este triunfo, o brasileiro alcançou a marca de dezessete vitórias na carreira profissional, a sexta consecutiva no UFC. Já o estadunidense Mike Perry que perdeu quatro das últimas seis lutas disputadas, tem cinco derrotas em seu cartel.



Foto: Getty Images

Na luta principal da noite, Valentina Shevchenko, campeã da categoria peso-mosca precisou dos cinco rounds para derrotar a estadunidense Liz Carmouche e manter o cinturão sob seus domínios.


O combate não proporcionou grandes emoções ao público presente na “Antel Arena”, cautelosa, a campeã foi pouco agressiva nos dois primeiros rounds e, nos poucos momentos em que partiu para cima da adversária, não demonstrou a contundência necessária para conseguir o knockout.


Na volta para o terceiro round, Valentina tentou pressionar a rival, após uma combinação de jab e direto chegou a derrubá-la, mas no chão, não conseguiu encontrar a melhor posição para finalizar. No penúltimo assalto da luta, a estadunidense tentou levar o combate para o chão, mas a falta de combatividade obrigou o árbitro a separar as lutadoras.


No último round da luta, Shevchenko tentou até aplicar alguns golpes, mas já com certo desgaste físico, a peruana não conseguiu provocar maior perigo a desafiante. Ao final dos cinco assaltos, os árbitros deram a vitória por unanimidade para a campeã, Valentina Shevchenko que agora soma dezoito vitórias na carreira e a quarta consecutiva. Em contrapartida, Liz Carmouche perdeu quatro das últimas oito lutas disputadas.


UFC MONTEVIDÉU


CARD PRINCIPAL:

Luiz Eduardo Garagorri venceu Humberto Bandenay por decisão unânime;

Volkan Oezdemir venceu Ilir Latifi por knockout no 2º round;

Rodolfo Vieira venceu Oskar Piechota por finalização no 2º round;

Enrique Barzola venceu Bobby Moffett por decisão dividida.


CARD PRELIMINAR:

Gilbert Durinho venceu Alexey Kunchenko por decisão unânime;

Ciryl Gané venceu Raphael Bebezão por finalização no 1º round;

Marina Rodriguez venceu Tecia Torres por decisão unânime;

Chris Gutierrez venceu Geraldo de Freitas por decisão dividida;

Alex Leko venceu Rodrigo Kazula por decisão unânime.

© 2018 WEB RÁDIO DE PRIMA. DESENVOLVIDO POR MVPMOVE

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud